DIGESTO - PGNB

2019 - Reunião Ordinária

001/2019 - CONVOCAÇÃO

002/2019 - Relatórios de Ministros

Quanto ao documento de n.º 02 Relatório de Ministros:
O PGNB examinou e aprova os relatórios dos seus ministros com os seguintes destaques e observações e determinações. Destaques: 1 – Quanto aos dados estatísticos: Pregações: 1420; EBD: 398; Evangelização: 432; Estudos Bíblicos: 784; Palestras: 190; Rádio e TV: 144; Artigos: 453; Entrevistas: 13; Bênção Nupciais: 33; Funerais: 75; Profissão de fé: 29; Profissão de fé e batismo: 44; Batismo Infantil: 17; Santas Ceias: 440; Aconselhamentos: 1624; Visitas a evangélicos ou não: 1115; Visitas a departamentos: 381; Visitas a congregações, pontos de pregação e campos missionários: 104; Reuniões do conselho: 149; Diáconos ordenados/investidos: 24; Presbíteros ordenados/investidos: 12; Assembleias gerais: 33; Reuniões do Presbitério: 40; Reunião do Sínodo: 16; Reuniões do Supremo Concílio: 3. 2 – Quanto a outras atividades ministeriais: a) Participações em encontros do Centro de Treinamento para Plantadores de Igrejas (CTPI) e em sua diretoria; b) Participações regulares no Movimento Missional Rio (MMR); c) Participações em palestras; d) Participação em atividades do instituto Servindo de Apoio, Refrigério e Amizade (SARA) e em sua diretoria; e) Cursando pós-graduação: 1; f) Cursando mestrado: 1; g) Cursando doutorado: 2; h) Participação na JURET-RJ/ES; i) Participação no Corpo Docente do Centro Evangélico de Missões; j) Treinamentos em liderança; k) Participação na conferência City to City; l) Participação das reunião da Rede Atos 29; m) Participação na diretoria do Instituto Presbiteriano de Promoção da Cidadania; n) Participação no diretório estadual da Sociedade Bíblica do Brasil. Observações: 1 - 35% dos pastores do PGNB não contribuem para o INSS e nem para Previdência Privada; 2 - 8 pastores recebem côngruas abaixo do piso do PGNB. O PGNB resolve: 1- Determinar que as Igrejas, em que servem os pastores citados na observação 2, oficiem à CE em até 45 dias, esclarecendo o motivo pelos quais não realizam o pagamento das côngruas pastorais de acordo com o valor do piso do PGNB.  2- Nomear comissão para estudar o piso das côngruas pastorais e seu mecanismo de reajuste.
Sala de Sessões, 12 de fevereiro de 2020.

003/2019 - Relatórios dos Conselhos

Quanto ao documento nº 03, Relatórios dos Conselhos o PGNB examina e aprova com os seguintes DESTAQUES: 1) O zelo de alguns conselhos em manter a documentação fiscal e do imóvel regularizadas e atualizadas; 2) O grande número de atividades evangelísticas realizadas; 3) O investimento em missões; 4) O investimento financeiro e espiritual no aperfeiçoamento da liderança; 5) A preocupação e investimento em obras para facilitação de acessibilidade à pessoas com necessidades especiais e terceira idade; 6) A formação de parcerias com organizações missionárias; 7) A formação de parcerias com o objetivo de plantar novas igrejas; 8) O zelo dos conselhos em desenvolver projetos de revitalização em parceria com a Missão na Cidade; 9) O bom número de igrejas investindo na consolidação do processo de formação espiritual desenvolvendo práticas devocionais e discipulado. Sala das Sessões, 15 de fevereiro de 2020.

004/2019 - Estatística

Quanto ao documento nº 04, observado os documentos recebidos das igrejas, o PGNB a luz dos dados analisados, tece as seguintes considerações: O PGNB possui: 15 igrejas, 2 congregações, 1 Congregação Presbiterial e 1 Ponto de Pregação; Houve acréscimo do número de membros comungantes em relação ao ano de 2018 em 60 membros, assim como o acréscimo do número de membros não-comungantes em 8 membros, observado também um acréscimo de 36 alunos nas Escolas Dominicais e também nas Sociedades Internas constatando um acréscimo de 21 sócios em relação a 2018.
Sala das sessões, 12 de fevereiro de 2020.

005/2019 - Exame de Atas da IP Benfica

Quanto ao documento 05, Livro de Atas da IP Benfica, o PGNB examinou as atas 618 a 622. Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) O cuidado do Conselho ao tratar das dívidas da Igreja em várias áreas; 2) A iniciativa do Conselho em tentar fazer parcerias com professores de artes marciais e a criação de uma escola de música para aproximação da Igreja junto a comunidade; 3) A revisão dos projetos e ministérios da Igreja como parte de um projeto amplo de reestruturação; 4) A organização por parte do Conselho de várias celebrações para comunhão dos membros da Igreja;  OBSERVAÇÕES: 1) No registro de presença da ata 618 e 619 falta a expressão que aponte para a presença de todos os presbíteros, não sendo possível saber se existem presbíteros ausentes;  2) O registro da aprovação da ata 617 é desnecessário uma vez que esta já tinha sido aprovada de acordo com texto encontrado no próprio corpo da ata 617; 3) O Conselho não cumpriu a determinação de registrar a estatística da Igreja referente ao ano de 2018; 4) A ata 619 traz o registro de cartas de transferência, mas não há informação sobre a igreja de destino como determina o Artigo 18, alínea “a” da CI/IPB e a baixa não acontece como previsto pela CI/IPB no Artigo 22, ou seja, logo após a confirmação da recepção dos irmãos na outra comunidade cristã;  5) A ata 619 é de 17/04/2019 e a ata 620 de 08/10/2019 ultrapassando o tempo de intervalo entre as reuniões como estabelece a CI/IPB no artigo 81, alínea “a”; 6) O registro do relatório pastoral na ata 622 do dia 04/12, não atende o Artigo 12º, parágrafo 2º, do Cap. III do Regulamento para confecção de atas 2019, que estabelece que o relatório pastoral “deverá conter os principais fatos e todas as celebrações sacramentais havidas no interregno do Conselho”; 7) Na ata 622 há o registro de aprovação do orçamento para 2019 e do registro do balancete de 2018, quando deveria ser o orçamento para 2020 e balancete de 2019;  8) Não há o registro da aprovação da ata 622; 9) O uso de tabelas na ata 622 tem espaços em branco, e tais espaços deveriam ser preenchidos com “-“ (hífen), conforme orienta o regulamento para confecção de atas; 10) Não há o registro de exame das contas da tesouraria referente ao ano de 2019; 11) Não houve exame dos livros de atas das Sociedades Internas e Junta Diaconal como determina o Artigo 83, alínea “p” da CI/IPB; 12) Não há o registro da estatística referente ao movimento espiritual, como determina o Artigo 17 do Capítulo do Regulamento para confecção de Atas 2019, que estabelece que “no livro em que forem escritas as atas do Conselho da Igreja, após a última ata lavrada, antes da reunião do Presbitério, far-se-á o registro da estatística do movimento espiritual e do financeiro de cada ano”. DETERMINAÇÕES: 1) Registrar na próxima ata do Conselho as informações da Carta de transferência referente a observação de número 4; 2) Aprovar a ata 622; 3) Realizar o exame de contas da tesouraria referente ao ano de 2019; 4) Examinar e aprovar os livros de atas das Sociedades Internas e Junta Diaconal; 5) Fazer o registro da estatística do movimento espiritual conforme observação 12. Sala das Sessões, 15 de Fevereiro de 2020.

006/2019 - Exame de Atas da IP Cascadura

Quanto ao documento 06, Livro de Atas da IP Cascadura, o PGNB examinou as atas 13 a 19. Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) O registro de relatório pastoral no interregno das reuniões como determina o Artigo 12º, parágrafo 2º, do Cap. III do Regulamento para confecção de atas 2019, que estabelece que o relatório pastoral “deverá conter os principais fatos e todas as celebrações sacramentais havidas no interregno do Conselho”; 2) Auxílio financeiro a membro no processo de discipulado, mostrando a visão missionária do Conselho; 3) A leitura do exame de atas feito pelo PGNB na LXVIII RO e o cumprimento das determinações; 4) A abertura da Igreja para uma escola de música e a continuidade do projeto “Jiu-jitsu que liberta”; 5) A preocupação e zelo do Conselho em legalizar o espaço de culto com a contratação de arquiteta, a realização de várias obras de reforma, e a aquisição de móveis e utensílios para melhor acomodação da comunidade cristã; 6) A recepção de vários novos membros da Igreja; 7) A prudência do Conselho em contratar advogado para resolver a questão ligada ao inventariante do imóvel onde se encontra a Igreja atualmente; 8) Aprovação dos atos e atas da JD 2019 OBSERVAÇÕES: 1) Que a ata 12 está datada de 29/11/2018 e a ata 13 está datada de 20/04/2019 ultrapassando o tempo de intervalo entre as reuniões como estabelece a CI/IPB no artigo 81, alínea “a”;  2) Na ata 14 não há o registro da aprovação da ata 13 e nem qualquer justificativa quanto a isso como determina o Artigo 10, parágrafo 6º, Cap. III, do Regulamento para confecção de Atas 2019, sendo o registro da aprovação das atas feito apenas na ata 15. O mesmo acontece com as atas 15 e 17 que são aprovadas nas atas 17 e 19, respectivamente, sem qualquer justificativa quanto a isso; 3) Na ata 17 há apenas o registro da eleição da Junta Diaconal. O registro completo deveria constar a expressão “aprova-se a eleição da Junta Diaconal”, pois como estabelece o artigo 83, alínea “g”, é função privativa do Conselho estabelecer a Junta Diaconal; 4) A nota de rodapé 8 da ata 19 fala da aprovação das atas 9, 10 e 11 quando deveria ser a aprovação das atas 17 e 18. 5) Não há o registro do exame de contas referente ao ano de 2019; DETERMINAÇÕES: 1) Providenciar o exame das contas da tesouraria referente ao ano de 2019. Sala das Sessões, 15 de Fevereiro de 2020.

007/2019 - Exame de Atas da IP Grajaú

Quanto ao documento 07, Livro de Atas da IP Grajaú, o PGNB examinou as atas 779 a 791. Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) O zelo do Conselho em buscar atender as determinações feitas pelo PGNB em sua última LXVIII RO; 2) O esforço do Conselho em atender a todas as solicitações financeiras feitas por todos os departamentos da Igreja; 3) A mobilização do Conselho para realização do Exame de contas referentes ao ano de 2018; 4) Auxílio financeiro a membros para participação em Conferência; 5) Visão missionária mantida pela igreja, com o registro de inúmeras ações como o IPG nas Ruas, e inclusive, o sustento financeiro de missionários; 6) Auxílio financeiro a membro para tratamento de saúde; 7) Parceria entre a Igreja e o Instituto Brasileiro de Reeducação Motora; 8) Os meios pacíficos usados pelo Conselho para resolver uma situação de conflito entre irmãos da Igreja. OBSERVAÇÕES: 1) As Atas 786 a 791 utilizaram as páginas 102 a 114, ultrapassando o limite de páginas estabelecido no próprio termo de Abertura; 2) A convocação de AGE conforme registro na ata 779 não cumpre o que determina o parágrafo 1º do Artigo 54 onde a AGE para eleição de oficiais deve acontecer três meses antes do vencimento do mandato; 3) A transcrição da Ata da AGE nas atas 783, 785, 786 e 787 não atende ao Artigo 6º da Seção II, parágrafo 7º, item II, onde os textos transcritos devem ser colocados em itálico; 4) A ata 781 informa que a AGE para eleição de oficias é transferida pela ausência de candidatos, inclusive daqueles que estão com mandato a vencer. Contudo, na transcrição da Ata da AGE na Ata 783 há o registro da eleição do Diácono Ezequiel Pedro de Freitas, que estava com mandato a vencer, contrariando a informação registrada pelo próprio Conselho. 5) A data agendada pelo Conselho para instalação do Diácono Ezequiel Pedro de Freitas para 14/07/2019 é 3 meses depois do vencimento do mandato do mesmo. 6) Só há o registro de relatórios pastorais nas atas 779 e 787, o que não atende o Artigo 12º, parágrafo 2º, do Cap. III do Regulamento para confecção de atas 2019, que estabelece que o relatório pastoral “deverá conter os principais fatos e todas as celebrações sacramentais havidas no interregno do Conselho 7) Ao convocar AGE para eleição de oficiais na Ata 783 o Conselho não informa o vencimento do mandato dos referidos oficiais, não sendo possível verificar a regularidade quanto ao prazo de convocação; 8) A última página da Ata 785 possui um longo espaço em branco, não atendendo o que preceitua o parágrafo único do Artigo 9º, do Regulamento para confecção de Atas 2019; 9) A Ata 784 é reunião pública do Conselho para ato de ordenação e instalação de oficias. Falta o registro da liturgia do culto, uma vez que esta é parte integrante da reunião do Conselho. Já a Ata 789 traz de forma resumida os acontecimentos litúrgicos do culto, não fazendo nem sequer menção dos irmãos que participaram da liturgia como instrumentistas, cantores ou com qualquer outro nível de participação; 10) Não há aprovação para as contas da Tesouraria de Agosto em diante; 11) Não há registro de exame dos livros das Sociedades Internas e Junta Diaconal;  12) Não há registro de aprovação do orçamento para 2020, nem o registro do balancete de 2019, nem tampouco o registro estatístico da Igreja como determina o Artigo 17 do Capítulo do Regulamento para confecção de Atas 2019, que estabelece que “no livro em que forem escritas as atas do Conselho da Igreja, após a última ata lavrada, antes da reunião do Presbitério, far-se-á o registro da estatística do movimento espiritual e do financeiro de cada ano”. DETERMINAÇÕES: 1) Que o Conselho encerre o atual livro de atas do Conselho, abrindo um novo Livro; 2) Anular o espaço em branco na última página da ata 785; 3) Registrar a aprovação das contas referente ao período de Agosto/2019 em diante; 4) Registrar na próxima ata do Conselho toda a liturgia referente aos cultos de ordenação descritos nas atas 784 e 789, incluindo o nome dos membros que participaram da liturgia; 5) Proceder exame dos livros das Sociedades Internas e Junta Diaconal; 6) Registrar na primeira ata do Conselho o balancete de 2019, o orçamento aprovado para 2020 e o movimento estatístico da Igreja. Sala das Sessões, 15 de Fevereiro de 2020.

008/2019 - Exame de Atas da IP Higienópolis

Quanto ao documento 08, Livro de Atas da IP Higienópolis, o PGNB examinou as atas 601 a 609. Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) O zelo do Conselho ao realizar a leitura do exame do Livro de Atas feito pelo PGNB em sua última LXVIII RO; 2) O registro cuidadoso feito pelo Conselho no trato de tribunais eclesiásticos; 3) Registro muito detalhado das atividades desenvolvidas pela Igreja; 4) O cuidado do Conselho ao orientar irmã conforme registro na ata 603; 5) O exame trimestral das contas da Tesouraria; 6) Registro do Relatório Pastoral no interregno das reuniões do Conselho, atendendo o Artigo 12º, parágrafo 2º, do Cap. III do Regulamento para confecção de atas 2019, que estabelece que o relatório pastoral “deverá conter os principais fatos e todas as celebrações sacramentais havidas no interregno do Conselho”; OBSERVAÇÕES: 1) Na ata 601 há o registro de comparecimento de membro da Igreja perante o Tribunal eclesiástico confessando a falta cometida. O Conselho decide por adotar o rito sumaríssimo, contudo, o Artigo 103, do CD alínea “a” diz que em caso de confissão de culpa, o rito a ser assumido é o Sumário. Embora o registro do rito aparentemente não tenha trazido qualquer prejuízo quanto ao julgamento do irmão, já que o tratamento dado pelo Conselho produziu arrependimento e a restauração do irmão à comunhão conforme pode ser observado nas atas seguintes, é fundamental que o Conselho esteja atento aos passos detalhados pelo Código de Disciplina; 2) Na ata 602, item 7, há o registro do falecimento de um irmão sem mencionar o nome deste no corpo da ata, estando o registro apenas na nota de rodapé; 3) A Ata 601 está datada de 19/12 e a Ata 602 de 27/04, ultrapassando o tempo de intervalo entre as reuniões como estabelece a CI/IPB no artigo 81, alínea “a”; 4) O Conselho nomeia examinadores dos livros das Sociedades Internas, contudo não há o registro do referido Exame como determina o Artigo 83, alínea “p” da CI/IPB. DETERMINAÇÕES: 1) Registrar na primeira ata do Conselho o nome do irmão Azel Aureliano no corpo da ata, conforme observação 2; 2) Realizar o exame dos Livros de Atas das Sociedades Internas e Junta Diaconal. Sala das Sessões, 15 de Fevereiro de 2020.

009/2019 - Exame de Atas da IP Jacarezinho

Quanto ao documento 09, Livro de Atas da IP Jacarezinho, o PGNB examinou as atas 676 a 681. Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) O zelo do Conselho em atender a todas as determinações do PGNB em sua última LXVIII RO; 2) As muitas celebrações realizadas pela Igreja em virtude do Sexagésimo aniversário da Igreja, destacando-se o livro “Uma porta aberta que não pode fechar” lançado pelo Presb. Paulo Storck e as muitas reformas feitas no templo; 3) A visão do Conselho quanto a expansão do Reino com o apoio a plantação de mais uma igreja; 4) O esforço quanto a revitalização dos cultos que acontecem às terças e quintas-feiras; 5) A avaliação feita pelos próprios Presbíteros quanto ao desempenho deles enquanto oficiais; 6) Campanha da EBD para desenvolver hábito de leitura nos membros da Igreja. OBSERVAÇÕES: 1) A convocação da AGE feita na Ata 677 não atende ao que estabelece a CI/IPB no Art. 54 parágrafo 1º que determina que o Conselho deve convocar AGE três meses antes de terminar o mandato. A AGE é convocada para 02/06 e o mandato dos oficiais vence em 05/07; 2) O ato de Instalação e ordenação de oficiais está transcrito no corpo da Ata 678 e há duas questões importantes a serem observadas. A primeira questão é que tal registro deveria fazer parte de uma nova ata, visto que o ato de ordenação e instalação de oficiais acontece em uma reunião pública do Conselho como determina os Artigos 26 e 27 do PL/IPB. A segunda questão é que a data de ordenação e instalação dos oficiais é de 23/06, enquanto a ata 678 é de 21/06; 3) A Ata 676 está datada de 30/01 e a Ata 677 de 05/04 ultrapassando o tempo de intervalo entre as reuniões como estabelece a CI/IPB no artigo 81, alínea “a”; 4) A cessão de Carta de transferência para a irmã Rita Lúcia do Nascimento Magalhães conforme registro na Ata 679 não tem destino como determina o Artigo 18 alínea “a”, da CI/IPB; 5) Não há o registro do exame de contas referente ao ano de 2019; 6) Há entrega de relatórios pastorais apenas nas atas 676, 677, 678, contrariando o Artigo 12º, parágrafo 2º, do Cap. III do Regulamento para confecção de atas 2019, que estabelece que o relatório pastoral “deverá conter os principais fatos e todas as celebrações sacramentais havidas no interregno do Conselho”;   7) Não há exame do livro de Atas das Sociedades Internas e Junta Diaconal como determina o Artigo 83 alínea “p”; 8) Não há aprovação das Contas da Tesouraria. DETERMINAÇÕES: 1) Que o Conselho registre em sua primeira reunião o destino da carta de transferência da irmã Rita Lúcia do Nascimento Magalhães; 2) Que o Conselho registre em sua primeira reunião o relatório dos atos pastorais do Rev. Hebenezer referente ao ano de 2019; 3) Realizar o exame de contas da tesouraria referente ao ano de 2019; 4) Examinar e aprovar os livros de atas das Sociedades Internas e Junta Diaconal. Sala das Sessões, 15 de Fevereiro de 2020.

010/2019 - Exame de Atas da IP Luz da Alvorada

Quanto ao documento 10, Livro de Atas da IP Luz da Alvorada, o PGNB examinou as atas 87 a 94. Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) Grande reforma do Salão de Culto como parte do projeto de revitalização da Igreja; 2) Desenvolvimento de atividades evangelísticas como o projeto “Maio Mais Mulher”, visando alcançar mulheres da Comunidade do Complexo do Alemão; 3) Registro de Relatório Pastoral em todas as atas como determina o Artigo 12º, parágrafo 2º, do Cap. III do Regulamento para confecção de atas 2019, que estabelece que o relatório pastoral “deverá conter os principais fatos e todas as celebrações sacramentais havidas no interregno do Conselho”; 4) Desenvolvimento do Projeto de Revitalização junto a Missão na Cidade; 5) Investimento no treinamento em Discipulado. OBSERVAÇÕES: 1) No registro das presenças falta o uso da expressão “Estão todos os presbíteros presentes”, ou “Não há registro de ausências”, não sendo possível ao leitor identificar eventuais faltas. 2) Na ata 90 é abordado o assunto da transferência da irmã Cecilia e da jurisdição do irmão Thiago, mas não é tomada nenhuma decisão quanto isso, o que contraria o parágrafo 7º do Artigo 10 do Regulamento para confecção de Atas 2019 que determinada que “não devem ser referidas meras sugestões e propostas não aprovadas”; 3) Nas Atas 91 e 92 são transcritas as cartas escritas pelos membros que solicitaram jurisdição a pedido. O conteúdo da carta não atende ao que Determina o Artigo 20 da CI/IPB ao estabelecer que: “Não se assumirá jurisdição sobre membros de outra comunidade evangélica sem que o pedido seja feito por escrito, acompanhado de razões. ” A carta em questão não apresenta as razões para tal pedido. Também não há registro em ata do Exame feito para admissão dos referidos irmãos e nem a aceitação destes quanto aos Símbolos de Fé da IPB; 4) Por dois anos o Conselho não registra em atas os Balancetes, Orçamentos para ano seguinte e a estatística da Igreja, não atendendo assim a determinações anteriores deste Concílio; 5) Por dois anos o Conselho também não registra em ata o Exame das Contas da Tesouraria, não atendendo assim a determinações anteriores deste Concílio;  6) Também, por dois anos o Conselho não realiza o Exame do Livro de Atas das Sociedades e Junta Diaconal, não atendendo assim a determinações anteriores deste Concílio. 7) Não há registro da eleição do Conselho para 2020; 8) Que o Conselho, há dois anos atrás já enviou Revisão do Estatuto da Igreja alterando o nome para IP Luz, mas não procedeu alteração junto aos órgãos competentes. DETERMINAÇÕES: 1) Realizar em sua primeira ata o Registro do Balancete de 2019, Orçamento para 2020 e a estatística da Igreja referente ao ano de 2019; 2) Realizar o Exame das Contas da Tesouraria referente aos anos de 2018 e 2019; 3) Realizar o exame dos livros de Atas das Sociedades internas e Junta Diaconal referente aos anos de 2018 e 2019; 4) Proceder em sua primeira reunião a Eleição do Conselho para 2020; 5) Que o Conselho proceda alteração do nome da Igreja junto ao RCPJ como aprovado em AGE específica para isso. Sala das Sessões, 15 de Fevereiro de 2020.

011/2019 - Exame de Atas da IP Mananciais

Quanto ao documento 11, Livro de Atas da IP Mananciais, o PGNB examinou as atas 26 a 31. Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) O zelo do Conselho em cumprir as determinações do PGNB feitas em sua LXVIII RO; 2) O esforço do Conselho em realizar inúmeras obras de melhoria no templo; 3) O início dos Pequenos Grupos como mais uma atividade da Igreja, sendo 8 ao total e envolvendo toda a igreja; 4) O profícuo trabalho evangelístico realizado pela igreja; 5) O apoio financeiro a missionários; 6) Cuidado do Conselho na tratativa de várias situações familiares enfrentadas pela Igreja. OBSERVAÇÕES: 1) Na ata 26 são recebidos vários membros por profissão de fé e batismo. Contudo, o registro dessas informações deveria acontecer via relatório pastoral, como determina o Artigo 12º, em seu parágrafo 2º, itens I e II do Regulamento para confecção de Atas 2019; 2) A Ata 27 registra a presença de um presbítero, de um total de três, tornando o registro enquanto reunião do Conselho inválido, uma vez que o Art. 76 determina que o número de presbíteros presentes não pode ser inferior a dois. A Ata 27, todavia, trata somente do exame de membros com vistas à recepção, o que poderia ser feito apenas pelo Pastor da Igreja, conforme parágrafo 3º do mesmo Artigo 76. O registro do exame feito pelo pastor e presbítero deveria ter sido registrado em reunião futura, quando da presença de outros presbíteros; 3) A Ata 27 está datada de 07/04 e a ata 28 está datada de 04/08, ultrapassando o tempo de intervalo entre as reuniões como estabelece a CI/IPB no artigo 81, alínea “a”; 4) Nas atas 27 e 30 há o registro de recepção de vários membros, mas não há nas referidas atas o modo de admissão desses membros; 5) A Ata 31 traz o registro de que o Relatório Pastoral e Orçamento estão em anexo à ata. Todavia, tais documentos deveriam fazer parte do corpo da Ata como determina o Regulamento para confecção de Atas 2019; 6) Não há o registro do Balancete referente ao ano 2019; 7) Na Ata 26 o registro de que o exame do Livro de Atas das Sociedades está sendo produzido, mas não há o registro da conclusão deste exame; 8) Não há o registro estatístico do movimento espiritual como determina o Artigo 1º do Regulamento para confecção de Atas 2019 9) Não há o registro de relatórios pastorais o que não atende o Artigo 12º, parágrafo 2º, do Cap. III do Regulamento para confecção de atas 2019, que estabelece que o relatório pastoral “deverá conter os principais fatos e todas as celebrações sacramentais havidas no interregno do Conselho”. DETERMINAÇÕES: 1) Registrar na primeira ata do Conselho a forma de admissão de membros conforme observação “4”; 2)Transcrever na primeira ata do Conselho o Relatório Pastoral de 2019,  o Orçamento para 2020 e o Balancete do ano de 2019; 3) Registrar na primeira ata do Conselho a Estatística da Igreja; 4) Proceder exame dos livros de Atas das Sociedades e Junta Diaconal. Sala das Sessões, 15 de Fevereiro de 2020.

012/2019 - Exame de Atas da IP Manguinhos

Quanto ao documento 12, Livro de Atas da IP Manguinhos, o PGNB examinou as atas 518 a 522. Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) O Conselho realiza a leitura do exame de atas e atos realizado na LXVIII RO; 2) Compra de Bíblias para trabalho evangelístico; 3) Entrega de relatórios trimestrais da comissão de exame de contas da Tesouraria; 4) Criação de um grupo evangelístico de motociclistas chamados de “Bizarros do Mangue”; OBSERVAÇÕES: 1) Na ata 518 há o registro de que os mandatos de vários oficiais está vencendo, mas não há o registro da data de vencimento do mandato, ficando apenas registrada a data de convocação da AGE; 2) A ata 518 está datada de 09/03/2019 e a ata 519 está datada de 10/08/2019 ultrapassando o tempo de intervalo entre as reuniões como estabelece a CI/IPB no artigo 81, alínea “a”;  3) O Secretário do Conselho tem por prática a inserção de linhas entre assuntos diferentes, fato visível nas atas 519, 521 e 522 contrariando o disposto no parágrafo 8º do Artigo 6, Seção II do Regulamento para confecção de Atas 2019; 4) Na Ata 520 há o registro da Investidura e Ordenação dos Oficiais, contudo, deveria ser apenas Investidura, uma vez que todos os irmãos em questão foram reeleitos; 5) No registro das presenças falta o uso da expressão “Estão todos os presbíteros presentes”, ou “Não há registro de ausências”, não sendo possível ao leitor identificar eventuais faltas. Na ata 521, por exemplo, há o registro, pela primeira vez durante o ano, da ausência do Presb. Mercino Pereira da Silva. Não é possível saber o real quórum do Conselho; 6) Na ata 522 há o registro de admissão de membros por profissão de fé, todavia, esse registro deveria fazer parte do relatório pastoral uma vez que são atos pastorais, como determina o parágrafo 2º do Artigo 12º, do Regulamento para confecção de Atas 2019; 7) Não há o registro de nenhum relatório pastoral por parte do Rev. Uziel referente aos interregnos das reuniões do Conselho contrariando o que diz o Artigo 12º, parágrafo 2º, do Cap. III do Regulamento para confecção de atas 2019, que estabelece que o relatório pastoral “deverá conter os principais fatos e todas as celebrações sacramentais havidas no interregno do Conselho”. Apenas na Ata 521 há a transcrição de um relatório; 8) Não há registro do exame dos livros das Sociedades Internas e Junta Diaconal referente ao ano de 2018 e 2019; 9) Não há nenhum registro em ata da determinação do PGNB quanto ao Conselho da IP Manguinhos levar esclarecimentos à CE/PGNB sobre a participação do Pastor Sidney nas atividades da Igreja; 10) Não foi cumprida a determinação de registrar na primeira ata do Conselho os motivos da baixa do rol de membros da irmã Fabiana Lopes; 11) O Conselho não cumpriu a determinação de registrar em sua primeira ata o nome de todos aqueles que foram recebidos em 2018 seguidos do número do rol de membros; 12) Não há registro da aprovação da ata 522. DETERMINAÇÕES: 1) Que o Conselho cumpra o que já fora determinado na LXVIII RO a saber: a) Que o Conselho traga esclarecimentos ao PGNB por meio de sua CE sobre a situação do Pastor Sidney com vistas a verificar as possíveis soluções para este caso;  b) Que o Conselho registre em sua primeira ata, o motivo para a baixa do rol da irmã Fabiana Lopes; c) Que na primeira ata do Conselho sejam registrados todos os dados dos irmãos recebidos durante o ano de 2018 acompanhados do respectivo número de rol de membros, incluindo também o número do rol de membros daqueles que foram recebidos em 2019; 2) Que o exame do livro das Sociedades Internas e Junta Diaconal referente aos anos de 2018 e 2019 seja realizado e registrado em ata. Sala das Sessões, 15 de Fevereiro de 2020.

013/2019 - Exame de Atas da IP Maracanã

Quanto ao documento 13, Livro de Atas da IP Maracanã, o PGNB examinou as atas 58 a 74. Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) O esforço do Conselho em acompanhar de perto os objetivos e metas traçados para o ano de 2019, com registro nas atas dos Conselhos das avaliações realizadas; 2) Realização de treinamento de liderança; 3) Início de trabalho com os Pequenos Grupos; 4) Constante avaliação de todas as atividades da Igreja; 5) A criação de novas comissões para atendimento às mais diversas demandas da Igreja; 6) A criação de um planejamento estratégico para os próximos 4 anos; 7) Um bom acompanhamento das finanças da Igreja com presença do tesoureiro em várias reuniões. OBSERVAÇÕES: 1) Na ata 59 não há o registro da aprovação da ata 58 e nem qualquer justificativa quanto a isso como determina o Regulamento para confecção de Atas 2019, parágrafo 6º, Artigo 10, sendo o registro da aprovação da ata feito apenas na ata 60. O mesmo acontece com a ata 60, 63, 64, 65, 69 que são aprovadas nas atas 62, 64, 67, 71 respectivamente, sem qualquer justificativa nas atas 61, 63, 65 e 66, 70. Não há aprovação das atas 72 e 73; 2) Na ata 60 o registro do item 5 está incompleto, conforme texto a seguir: “Conselho avalia positivamente a revitalização da igreja após”; 3) O registro da recepção de membros a pedido na ata 61, 63, 65, 66, 70, 73 não informa a procedência religiosa como determina o Artigo 12º parágrafo 2º do Regulamento para confecção de Atas 2019; 4) A ata 72 registra após a frase “exercício devocional”, a expressão (não teve), entre parênteses. O registro do texto bíblico a seguir e a oração são exatamente iguais ao registro da ata 71. A inexistência de exercício devocional contraria o Artigo 72 da CI/IPB que diz que as reuniões dos Concílios devem ser iniciadas com oração; 5) Não há registro de aprovação do exame de contas da tesouraria; 6) Não há registro do exame dos livros de atas da Junta Diaconal; 7) Embora o relatório pastoral tenha sido registrado nas ata 62 do dia 03/04, na ata 64 de 15/05, na ata 67 de 19/06, 68 de 17/07, 69 de 07/08, e 71 de 21/10, isso ainda contraria o Artigo 12º, parágrafo 2º, do Cap. III do Regulamento para confecção de atas 2019, que estabelece que o relatório pastoral “deverá conter os principais fatos e todas as celebrações sacramentais havidas no interregno do Conselho”; 8) A ata 64 traz o registro da decisão da mudança do nome da Igreja para Igreja Presbiteriana Livres. Na ata 68 há o registro sobre o debate das implicações e ações decorrentes da mudança do nome e marca da igreja. A ata 69 registra a mudança da logo na parte frontal do prédio da igreja. Contudo, o Conselho não dá os passos para alteração do nome em seu estatuto, convocando Assembleia para tal fim; 9) Não há registro da leitura do exame de atas do PGNB referente a LXVIII RO e as determinações ali descritas não são cumpridas. DETERMINAÇÕES: 1) Atender as determinações estabelecidas na LXVIII RO, a saber: a) Que na primeira reunião do ano sejam transcritos os dados completos dos irmãos recebidos em 2018; b) Que seja registrado o relatório do Exame de Contas referente ao ano de 2018; c) Que o Conselho realize e registre o exame do livro de atas da Junta Diaconal; 2) Registrar o relatório do Exame de contas da Tesouraria referente ao ano de 2019; 3) Corrigir por meio de AUTO DE CORREÇÃO a informação constante da observação “2”; 4) Convocar Assembleia Geral Extraordinária para alteração do Estatuto da Igreja, e dar os passos necessários para alteração definitiva do nome da igreja. Sala das Sessões, 15 de Fevereiro de 2020.

014/2019 - Exame de Atas da IP Maria da Graça

Quanto ao documento 14, Livro de Atas da IP Maria da Graça, o PGNB examinou as atas 1039 a 1050. Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) O esforço do Conselho em tentar atender a todas as determinações feitas pelo PGNB em sua LXVIII RO; 2) O planejamento de Assembleias Gerais Extraordinárias para eleição de oficiais e pastor com bastante tempo de antecedência; 3) Uma constante avaliação por parte do Conselho das finanças da Igreja, assim como um acompanhamento muito próximo das atividades desenvolvidas por todas as áreas da Igreja; 4) Cessão do espaço para atividades das Federações de nosso Concílio; 5) Criação de um ministério de esportes; 6) Auxílio financeiro a irmãos da Igreja; 7) Parceria da Igreja com algumas instituições beneficentes, sendo que a ONG Semeando o Amanhã, usa inclusive um imóvel da Igreja que foi cedido para fins assistenciais e a atividade desenvolvida pela Instituição Terapia do Abraço é também realizada na Igreja; 8) Auxílio financeiro para treinamento a ser feito pelo Rev. Rafael de Souza Soares. OBSERVAÇÕES: 1) No cumprimento às determinações feitas pelo PGNB o secretário utiliza o termo “retifica-se”, sendo que o termo estabelecido pelo Regulamento para confecção de Atas 2019 no Cap. III, Artigo 3º é “AUTO DE CORREÇÃO”, em caixa alta; 2) Não há o registro do Exame de contas referentes ao período de 2018, conforme determinação feita na LXVIII RO e nem o registro de exame de contas referentes ao ano de 2019; 3) Na ata 1040 não há o registro da aprovação da ata 1039 e nem qualquer justificativa quanto a isso como determina o Regulamento para confecção de Atas 2019, em seu parágrafo 6º do Artigo 10;  O mesmo acontece com a aprovação das atas 1040, 1044 que são aprovadas nas atas 1042 e 1047, respectivamente; 4) Na ata 1044 encontramos a transcrição da AGE que elegeu o Diácono Gustavo Millan Cesar de Almeida ao presbiterato. Naquela reunião compareceu também o referido irmão para ser examinado pelo Conselho como determina a alínea “d” do Artigo 83. Na ata 1045 o nome do irmão Gustavo consta na lista de presença já como presbítero, mas não há a reunião pública do Conselho como determina o Artigo 27, Capítulo XII dos Princípios de Liturgia da IPB para instalação ou ordenação dos oficiais eleitos. 5) Na ata 1045 há o registro do envio de carta a uma irmã e por conta da ausência de resposta e a ausência dela na reunião, o Conselho decide aplicar pena de Admoestação à irmã. Faltou um registro resumido dos passos dados no processo como determina o Artigo 101 do CD/IPB; 6) Na ata 1047 há o registro da visita feita pelo Rev. Josias Rosa Ramos e pelo Presb. Ronaldo Leme Louro à casa das irmãs Beth Meira e Luciana Meira para cumprimento da decisão da Ata 1046, quando na verdade a ata em questão é a 1045; 7) Não há o registro de nenhum relatório pastoral por parte dos Rev. Josias Rosa Ramos e Rev. Rafael de Souza Soares referente aos interregnos das reuniões do Conselho contrariando o que diz o Artigo 12º, parágrafo 2º, do Cap. III do Regulamento para confecção de atas 2019, que estabelece que o relatório pastoral “deverá conter os principais fatos e todas as celebrações sacramentais havidas no interregno do Conselho”. Apenas na Ata 1050 há a transcrição do relatório de Ministro entregue ao PGNB pelos referidos ministros; 8) Nas atas 1048, 1049 e 1050 há o registro de admissão de membros por batismo infantil e profissão de fé, todavia, esses registros deveriam fazer parte do relatório pastoral uma vez que são atos pastorais, como determina o Artigo 12, parágrafo 2º do Regulamento para confecção de Atas 2019; 9) Segundo registro feito na Ata 1040 apenas o livro da SAF referente ao ano eclesiástico de 2018 foi analisado e aprovado, não sendo feito o exame dos livros de atas das demais sociedades internas e Junta Diaconal. DETERMINAÇÕES: 1) Definir prazo para finalização dos exames de contas referente aos anos de 2018 e 2019 e registrar esse prazo na primeira reunião do Conselho; 2) Realizar o exame das contas referente ao ano
de 2019; 3) Proceder exame dos livros das Sociedades Internas e Junta Diaconal referente aos anos de 2018 e 2019 e registrar em Ata. Sala das Sessões, 15 de Fevereiro de 2020.

015/2019 - Exame de Atas da IP Méier

Quanto ao documento 15, Livro de Atas da IP do Méier, o PGNB examinou as atas 680 a 685. Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) O cuidado pastoral do Conselho ao tratar a situação de um irmão que estava afastado da comunhão; 2) O zelo com o patrimônio da igreja por meio da instalação de grades de segurança, troca de sonorização, troca de estofado dos bancos; 3) O tratamento de várias solicitações de sociedades internas e órgãos externos.  OBSERVAÇÕES: 1) No registro de presença das atas 680, 681 e 682 falta a expressão que aponte para a presença de todos os presbíteros, não sendo possível saber se existem presbíteros ausentes;  2) Na ata 680 há a transcrição da AGE para eleição de oficiais, contudo, o texto da ata da AGE registra a abertura da Assembleia sem a declaração de quórum; 3) A ata 680 traz a informação de que os oficiais eleitos serão instalados no dia 06/01, mesma data da ata, contudo, não há o registro da ata referente ao culto público, como determinam os Artigos 26 a 30 do PL/IPB; 4) Há registro de apenas um relatório pastoral na ata 684, não atendendo o Artigo 12º, parágrafo 2º, do Cap. III do Regulamento para confecção de atas 2019, que estabelece que o relatório pastoral “deverá conter os principais fatos e todas as celebrações sacramentais havidas no interregno do Conselho”; 5) O Conselho não cumpriu a determinação de registrar a estatística da Igreja referente ao ano de 2019, balancete ou orçamento para 2020 como determina o Artigo 17 do Regulamento para confecção de Atas 2019, que estabelece que “no livro em que forem escritas as atas do Conselho da Igreja, após a última ata lavrada, antes da reunião do Presbitério, far-se-á o registro da estatística do movimento espiritual e do financeiro de cada ano”.; 6) A ata 681 traz a convocação de uma AGE para 24/03 por conta do vencimento de mandatos de oficiais em 06/04, o que não atende o prazo de 3 meses estabelecido pela CI/IPB;  7) A ata 682 registra que os irmãos do Conselho e Junta Diaconal se uniram para prestar auxílio financeiro a um irmão desempregado. Contudo, o registro feito em ata destaca que o dinheiro foi retirado dos cofres da igreja e que o valor pago pelos irmãos servirá de reembolso à Igreja. Porém, a prática parece ferir o orçamento da Igreja uma vez que não há o registro de aprovação do Conselho para esta rubrica; 8) A ata 683 marca o culto para investidura do Presb. Sergio Nascimento e Diác. Luisângelo de Jesus Rodrigues para o dia 28/04, mas não há a transcrição da AGE que elegeu os irmãos e nem o registro de culto público para investidura e ordenação dos mesmos. A ata 684 registra o Presb. Sergio já com assento no Conselho; 9) A ata 685 registra a convocação da AGE para 28/07 dando como razão o término do mandato dos Presb. Jalmireis e Nelson e Diác. Jean Marcio Dias. Contudo, a falta de informações quanto a data de vencimento desses mandatos fica impossível analisar o cumprimento do prazo de 3 meses estabelecido pela Constituição;  10) O Conselho não cumpriu o prazo estabelecido pelo PGNB para envio das atas referente ao primeiro semestre de 2019; 11) A última entregue pelo Conselho é a ata 685, datada de 01/06. A ausência das atas seguintes não permite uma análise dos atos do Conselho; 12) Não há o registro de exame das contas da tesouraria referente ao ano de 2019; 13) Não houve exame dos livros de atas das Sociedades Internas e Junta Diaconal como determina o Artigo 83, alínea “p” da CI/IPB; 14) Não foram cumpridas as determinações relativas a LXVIII RO.  DETERMINAÇÕES: 1) Que o Conselho cumpra as determinações da LXVIII RO; 2) Que o Conselho transcreva as atas das Assembleias que elegeram oficiais durante o ano de 2019; 3) Que o Conselho registre a liturgia dos cultos de instalação e ordenação de oficiais durante o ano de 2019; 4) Que o Conselho não utilize os cofres da Igreja para pagamentos de questões não orçadas ou aprovadas pelo Conselho; 5) Que o Conselho registre em sua primeira ata a estatística do movimento espiritual, o balancete de 2019 e o orçamento para 2020. 6) Que o Conselho realize a eleição de sua diretoria. 7) Que o Conselho, até o dia 8 de março de 2020, envie as Atas para a CE para exame da comissão permanente de exame de atas. E não sendo cumprido o prazo a CE tomará as medidas cabíveis. 8) Lamentar que todos os documentos enviados ao concílio não tiveram o devido registro em ata. Sala das Sessões, 15 de Fevereiro de 2020.

016/2019 - Exame de Atas da IP Piedade

Quanto ao documento 16, Livro de Atas da IP Piedade, o PGNB examinou as atas 1016 a 1024. Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações. DESTAQUES: 1) O zelo do Conselho em atender as determinações do PGNB em sua LXVIII RO; 2) A adoção de vários projetos ambientais, como o descarte de medicamentos e o projeto Cuidando da Criação de Deus do Ministério “Kidiscípulos”; 3) O projeto de revitalização do templo como parte das celebrações de aniversário da Igreja; 4) Revisão do rol de membros; 5) Análise dos livros das Sociedades Internas. OBSERVAÇÕES: 1) Alguns relatórios pastorais trazem a informação de atos pastorais como batismo infantil e profissão de fé. Na transcrição do relatório pastoral não há a informação dos nomes. Isso é feito no corpo da ata como ato do Conselho. Contudo, isso não atende o Artigo 12º, parágrafo 2º, item III, do Cap. III do Regulamento para confecção de atas 2019; 2) A Ata 1016 está datada de 27/02 e a Ata 1017 está datada de 06/06 ultrapassando o tempo de intervalo entre as reuniões como estabelece a CI/IPB no artigo 81, alínea “a”;  3) Ao Convocar a AGE na ata 1019 o registro em ata fala da necessidade de 6 diáconos não relacionando a AGE ao vencimento de mandato de qualquer oficial da Igreja. Contudo, na transcrição da AGE, conforme Ata 1021 há o registro do mandato vencido de 3 oficiais, que demonstra que o Conselho não atendeu o que determina a CI/IPB no Art 54 parágrafo 1º onde o Conselho deve convocar AGE três meses antes de terminar o mandato; 4) Na transcrição das AGEs para eleição de oficiais nas atas 1017 e 1021 observa-se que não há nas atas da Assembleia o registro de que houvesse quórum para a realização das referidas assembleias; 5) Na ata 1022 não há o registro da aprovação da ata 1021 e nem qualquer justificativa quanto a isso como determina o parágrafo 6º do Artigo 10 do Regulamento para confecção de Atas 2019, sendo o registro da aprovação da ata feito apenas na ata 1023; 6) Na ata 1024, há um erro nos números sequenciais de registros na página 47. Além disso, há uma informação duplicada quanto a Semana Mundial de Oração, uma falando de 2019 e outra de 2020; 7) O registro do relatório de Atos Pastorais não atende ao que determina o Artigo 12º, parágrafo 2º, do Cap. III do Regulamento para confecção de atas 2019, que estabelece que o relatório pastoral “deverá conter os principais fatos e todas as celebrações sacramentais havidas no interregno do Conselho”. Sala das Sessões, 15 de Fevereiro de 2020.

017/2019 - Exame de Atas da IP Riachuelo

Quanto ao documento 17, Livro de Atas da IP Riachuelo, o PGNB examinou as atas 1837 a 1861. Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) O Zelo do Conselho no atendimentos às determinações feitas pelo PGNB em sua última LXVIII RO; 2) O cuidado do Conselho com membros em situação de dificuldade financeira; 3) O desenvolvimento do Projeto Vocação: chamados para fazer a diferença; 4) O elevado número de reuniões do Conselho, buscando atender a todas as demandas da Igreja; 5) Projeto de Revitalização da Congregação Camarista Méier; 6) Vários projetos de evangelização e cuidado com as famílias da igreja; 7) O oferecimento de campo ao Sem. Orivaldo, e o investimento para plantação de uma nova igreja.  OBSERVAÇÕES: 1) O Termo de abertura e encerramento do Livro identificam o livro com 40 páginas. Contudo, segundo o Regulamento para confecção de Atas 2019 em seu Art. 8º parágrafo 1, os livros devem ter 50 páginas no mínimo ou 100 páginas, no máximo, não sendo permitida outro tipo de formatação; 2) Não foi observada a entrega de relatórios pastorais no interregno das reuniões do Conselho como determina o Artigo 12º, parágrafo 2º, do Cap. III do Regulamento para confecção de atas 2019, que estabelece que o relatório pastoral “deverá conter os principais fatos e todas as celebrações sacramentais havidas no interregno do Conselho”. Há o registro de entrega de relatórios apenas na ata 1845; 3) O registro de recepção de membro por profissão de fé na ata 1839 deveria ser feito mediante apresentação de relatório pastoral, como determina o Artigo 12º, parágrafo 2º, itens II e III do Regulamento para confecção de Atas 2019; 4) Na ata 1840 temos o registro da baixa do rol de membros por transferência, do irmão Presb. Sérgio Esteves Peres. Contudo, segundo Art 22. a baixa do rol de membros só poderia acontecer depois de confirmada a recepção do referido membro. O mesmo acontece na ata 1842 com a baixa dos irmãos Presb. Renato Barbosa Mattos e Leila Rodrigues Mattos e seus filhos, na ata 1845 com a baixa das irmãs Margarida Rodrigues de Oliveira e Vanessa Rodrigues de Oliveira e Silva e filhos, e na ata 1849 com a baixa dos irmãos Eduardo França Sampaio Cunha, Gessica Lira Argelim Sampaio e Maria Sebastiana Rosa Lima. O mesmo também acontece na ata 1859 com a baixa da irmã Zilma Pereira de Oliveira; 5) Há um erro no registro da Transcrição da Ata da AGE na Ata 1845 do Conselho, pois a ata do Conselho informa que a AGE aconteceu em 28/05, quando na verdade aconteceu em 28/04; 6) Na convocação da AGE para eleição de oficiais conforme registro na ata 1840 não fica claro se há vencimento de mandatos de oficiais em exercício. Fica ainda mais difícil de entender o tema uma vez que na ata 1848, dois oficiais eleitos são reinstalados; 7) A convocação de AGE para eleição de diáconos conforme registro na Ata 1851 não atende o que determina o Artigo 54 parágrafo 1º, uma vez que o mandato vence no dia 21/12/2019 e a AGE é convocada para 08/12/2019; 8) Não há registro de Exame das Contas da Tesouraria; 9) Por dois anos não há registro do exame do livro de atas das Sociedades Internas e Junta Diaconal.  DETERMINAÇÕES: 1) Alterar o termo de abertura e encerramento do livro atual para 50 ou 100 páginas, e continuar com o livro até que alcance o número de páginas estabelecido nos novos termos a serem redigidos; 2) Registrar AUTO DE CORREÇÃO na primeira ata do Conselho afim de corrigir a informação apontada na observação de número 5. 3) Proceder Exame das Contas da Tesouraria referente ao ano de 2019; 4) Proceder exame dos livros de Atas das Sociedades Internas e Junta Diaconal. Sala das sessões, 15 de fevereiro de 2020.

018/2019 - Exame de Atas da IP Thomaz Coelho

Quanto ao documento 18, Livro de Atas da IP Thomaz Coelho, o PGNB examinou as atas 1192 a 1204. Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) A busca pelo aperfeiçoamento do pastoreio pelos presbíteros com a utilização de um novo modelo de pastoreio; 2) A dedicação à um tempo maior de oração e silêncio antes dos cultos buscando desenvolver uma maior intimidade com Deus e por conseguinte, uma espiritualidade saudável; 3) A visão missionária da igreja ao investir em viagens missionárias bem como a organização de um Conselho Missionário; 4) O zelo e investimento na preparação de candidatos ao sagrado ministério com apresentação de relatórios constantes bem como o acompanhamento de membros mais maduros para sua avaliação e desenvolvimento; 5) A Visão da igreja em buscar desenvolver um trabalho masculino produtivo. OBSERVAÇÕES: 1) Na nota de rodapé nº12 da ata 1200 há o registro da leitura e aprovação da ata 1198, quando no corpo está registrado a leitura e aprovação da ata 1199 que é o correto; 2) Não consta o Termo de Encerramento do livro. 3) Não há o registro da estatística referente ao movimento espiritual, como determina o Artigo 1º do Regulamento Geral do Livro de Atas dos Concílios. 4) Não há registro do Exame de Contas referente ao período 2019. 5) Na ata 1199 registra-se o pagamento do Curso de Pós-Graduação em Teologia Aplicada, na Faculdade Mackenzie, sem identificar, no entanto, quem é o beneficiário. DETERMINAÇÕES: 1) Realizar o exame de contas referente a 2019. 2) Na primeira ata do Conselho fazer o registro estatístico referente ao movimento espiritual, como determina o Artigo 17 do Regulamento para confecção de Atas 2019. Sala das Sessões, 15 de Fevereiro de 2020.

019/2019 - Exame de Atas da IP Vieira Fazenda

Quanto ao documento 19, Livro de Atas da IP Vieira Fazenda, o PGNB examinou as atas 338 a 346. Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinação. DESTAQUES: 1) O zelo do Conselho ao atender as determinações do PGNB; 2) A dedicação do Conselho em estabelecer parceria com a Missão na Cidade com o intuito de finalizar o projeto de revitalização da Igreja; 3) A entrega dos relatórios pastorais no interregno das reuniões do Conselho conforme estabelece o Artigo 12º, parágrafo 2º, do Cap. III do Regulamento para confecção de atas 2019; 4) Auxílio recebido do Rev. Hélio na construção do Projeto de Revitalização; 5) Registro do Exame das Contas da Tesouraria de acordo com os prazos estabelecidos pela CI/IPB; 6) O cuidado do Conselho em manter seu rol de membros atualizado. OBSERVAÇÕES: 1) No ato de instalação de Oficiais conforme ata 340 está registrado: “O pastor lê o texto da Epístola de Tiago 1º. V.5-6, dirige uma oração agradecendo a Deus pela vida e ministérios dos irmãos e os declara instalados”. Tal registro não atende o que estabelece os Artigos 114 da CI/IPB e 28 a 30 do PL/IPB quando claramente define que os oficiais eleitos precisam assumir compromissos públicos perante a Igreja; 2) A baixa do rol do nome de irmãos não menciona qualquer lançamento dos nomes destes em rol a parte, e nem menciona o tempo de ausência dos referidos irmãos; 3) Não há registro de análise do livro de atas da Junta Diaconal. DETERMINAÇÃO: 1) Realizar o exame do livro de atas da Junta Diaconal. 2) Que se registre na primeira ata do conselho o compromisso púbico assumido pelos oficiais eleitos e instalados conforme a ata 340. Sala das Sessões, 15 de Fevereiro de 2020.

020/2019 - Exame de Atas da Congregação Presbiterial da Abolição

Quanto ao documento 20, Livro de Atas da Congregação Presbiterial da Abolição, o PGNB examinou as atas 65 a 71. Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) O cumprimento de todas as determinações feitas pelo PGNB na LXVIII RO; 2) Um bom planejamento de atividades para o ano de 2019; 3) O investimento financeiro feito na vida de casais da Igreja para participação em encontro de casais e a parceria com a IP Piedade para realização de evento de casais; 4) O registro do relatório pastoral em todas as atas do mesa administrativa atendendo o art 12, parágrafo 2, do Cap. III do Regulamento para confecção de Atas 2019, que estabelece que o relatório pastoral “ deverá conter os principais fatos e todas as celebrações sacramentais havidas no interregno do conselho”;  5) A campanha de oração de 40 dias antes da Páscoa; 6) Uma atuação muito presente na área evangelística e missionária, com o detalhamento de inúmeras ações tomadas, compra de materiais evangelísticos, oferta à missionários, auxílio financeiro a membros em treinamentos e eventos; 7) Inúmeras ações ligadas a divulgação dos trabalhos da igreja, com mudança na logomarca, criação de site, banners, artes visuais; 8) Reestruturação do processo de discipulado; 9) Atualização do rol de membros na ata 69.10) Cuidado da mesa administrativa, conforme registro na ata 71, na recepção de uma família de origem humilde, auxiliando na retirada de documentos pessoais. OBSERVAÇÕES: 1) Nas atas 67 e 68 encontramos a informação de que pessoas foram recebidas por “transferência a pedido”. O termo não existe na CI/IPB, sendo as formas de recepção mais próximas a esta, a “transferência”, ou “jurisdição a pedido”, conforme artigo 16, alíneas “c” e “d”, respectivamente;  2) Não há o registro do rol de membros para os membros recebidos nas atas 67 e 68;  3) O registro de recepção de membros por transferência está inserido no relatório pastoral, quando este ato deveria estar registrado na ata da Mesa Administrativa;  4) Não há o registro da aprovação das contas de Março a Agosto/2019, embora as contas de Setembro a Novembro tenham sido aprovadas na ata 70. DETERMINAÇÕES: 1) Registrar na próxima ata da mesa administrativa a forma de recepção dos membros, conforme observação “1” e incluir a informação faltante na observação “2”; 2) Registrar se houve o exame e aprovação das contas da Tesouraria referente ao período de Março a Agosto/2019. Sala das Sessões, 15 de Fevereiro de 2020.

021/2019 - Exame de Atas da CE do PGNB

Quanto ao documento 21 – Exame do livro de atas da CE/PGNB, o PGNB faz os seguintes destaques e observação. DESTAQUES: 1) O zelo e a dedicação do secretário de atas e secretário executivo na lavratura de todas as decisões na lavratura e conservação das atas; 2) A realização do auto de correção, cumprindo determinação do PGNB na LXVIII RO. 3) A criação de uma escala diária de oração pelo PGNB, na qual cada membro da CE ficou responsável por um dia da semana; além da realização de reuniões específicas para orar pelo PGNB, demonstrando o zelo da CE em buscar a Deus em oração. 4) A realização da venda do imóvel de Miracema. 5) A dedicação da CE em resolver as situações relativas ao imóvel do PGNB; OBSERVAÇÃO: 1) A falta de esclarecimento quanto à não realização do congresso da FEUPA no local anteriormente previsto, acarretando em perda do sinal e consequente prejuízo de R$ 3.900,00. Sala das Sessões, 13 de fevereiro de 2020.

022/2019 - Exame de Atas da Missão na Cidade

Quanto ao documento 22 – Exame de livro de Atas da Agência Missionária do Presbitério de Guanabara (AMPGNB), o PGNB aprova com os seguintes destaques: 
1)    O zelo do secretário na lavratura das ata;2)    Os esforços realizados pela AMPGNB para tratar sobre os projetos de revitalização com as igrejas Luz da Alvorada e Vieira Fazenda; 3)    A criação de um grupo de Whatsapp com membros das igrejas do PGNB envolvidos com missão para networking;
4)    A destinação do valor da venda do imóvel de Miracema para a plantação de novas igrejas; 5)    A realização da 1ª Conferência da Missão na Cidade, cujo tema foi “Servindo a Cidade”, tendo sido realizada com a presença de 83 pessoas de diferentes igrejas do PGNB; 6)    A busca por parceiros com o intuito de prover crescimento para pastores e líderes das igrejas do nosso presbitério. Destaca-se a busca da parceria com o SARA (Servindo de apoio, refrigério e amizade) para a realização de uma pós-graduação, e com o Instituto Haggai para treinamento de líderes. Voto de apreciação: Registrar voto de apreciação pelo excelente trabalho realizado pela Missão na Cidade ao longo do ano de 2019. Sala das sessões, 14 de fevereiro de 2020.

023/2019 - Relatório da V Reunião Ordinária do SGB

Quanto ao documento nº 23,  Relatório V RO do Sínodo de Guanabara, o PGNB examina e aprova com os seguintes DESTAQUES: 1) A eleição do Rev. André Monteiro, para o cargo de Secretário Executivo; 2) O envio de comprovantes de pagamento referente as contribuições ao Sínodo dirimindo as dúvidas quanto ao débito existente; 3) A solicitação de informações quanto ao documento  enviado por este concílio ao SGB.  Sala das sessões, 15 de fevereiro de 2020.

024/2019 - Relatório do Presidente

Quanto ao documento nº 24  Relatório do Presidente, o PGNB examina e aprova com os seguintes DESTAQUES: 1) O zelo do presidente no cumprimento da resolução do SC, quanto as obrigações fiscais, alertando aos conselhos e pastores quanto a necessidade no que se refere aos pastores deste Concílio atender essa resolução; 2) A preocupação em buscar oferecer planos de saúde aos pastores deste concílio; 3) A preocupação do Presidente com a regularização das côngruas que estão abaixo do piso; 4) A preocupação em investir no aperfeiçoamento dos Presbíteros; 5) O grande número de visitas as Igrejas do Concílio e participação das reuniões dos Conselhos das mesmas; 6) A participação em atividades promovidas por este Concílio e como também do SGB; 7) A conclusão da venda do imóvel de Miracema bem como a reforma do imóvel pertencente ao PGNB.  Sala das sessões, 15 de fevereiro de 2020.

025/2019 - Eleição Pastoral - IP Grajaú

Quanto ao documento da ip grajau 25 eleição de pastor efetivo, por um período de 3 anos, no qual apresenta a eleição do Rev. Alex Barbosa o PGNB resolve:
a) Aprovar o processo de eleição que seguiu o disposto no art. 34 “a” e art. 35 CI/IPB;
b) Determinar que o SE/PGNB envie carta ao conselho da igreja conforme parágrafo único do art. 38 dos PL/IPB.

026/2019 - Pedido de ajuda financeira - Congregação da Abolição

Quanto ao Doc. 26 - Pedido de ajuda financeira Congregação Presbiterial da Abolição,
O PGNB resolve:
a)    Atender em seus termos.
b)    Registrar a disposição e compromisso do Rev. Marcelo Rodrigues, após conversa com esta comissão, em apresentar ao PGNB ao longo deste ano de 2020 uma avaliação e replanejamento do trabalho.
Sala das sessões, 15 de fevereiro de 2020.

027/2019 - Solicitação de pastor auxiliar - IP Maria da Graça

Quanto ao Doc. 27 – Solicitação de designação de pastor auxiliar IP Maria da Graça,
O PGNB resolve: Designar o Rev. Rafael de Souza Soares como pastor auxiliar até a RO PGNB 2021.
Sala das sessões, 15 de fevereiro de 2020.

028/2019 - Solicitação de pastor designado - IP Maria da Graça

Quanto ao documento da ip Maria da Graça 28 pedido de pastor efetivo designado, conforme o art. 33 parágrafo 1º que estabelece que na solicitação de pastor efetivo designado a igreja não pode citar nome, o PGNB resolve:
a) Designar o Rev. Josias Rosa Ramos, cujo o mandato de pastor efetivo termina 31/12/19, como pastor efetivo designado a contar de 01/01/20 até o dia 29/02/20.

029/2019 - Solicitação de parcelamento de verba - IP Piedade

Quanto ao Doc. 29 – Pedido da IP Piedade de parcelamento de débito da contribuição presbiterial,
O PGNB resolve:
a)    Atender em seus termos.
Sala das sessões, 15 de fevereiro de 2020.

030/2019 - Solicitação de pastor designado - IP Piedade

Quanto ao Doc. 30 – Solicitação de designação de pastor efetivo IP Piedade,
O PGNB resolve:
a)    Designar o Rev. Marcio Tenponi Pacheco como pastor efetivo até a LXXII RO.
Sala das sessões, 15 de fevereiro de 2020.

031/2019 - Proposta prorrogação dos mandatos

Quanto ao documento 31, prorrogação dos mandatos, o PGNB resolve: Encaminhar o referido documento à comissão de finanças e distribuição de campo, vez que segundo o art. 88 alínea “a”, é função privativa do presbitério a designação do campo para seus ministros.
Sala das sessões,
Rio de Janeiro, 12 de Fevereiro de 2020.

032/2019 - Solicitação pastor auxiliar - IP Thomaz Coelho

Quanto ao Doc. 32 – Solicitação de designação de pastor auxiliar IP Thomaz Coelho,
O PGNB resolve:
Designar o Rev. Robério Lima como pastor auxiliar até a LXX RO.
Sala das sessões, 15 de fevereiro de 2020.

033/2019 - Relatório da Secretaria Presbiterial da FeUPA

Quanto ao documento nº 33, Relatório da Secretaria Presbiterial da Federação de União Presbiteriana de Adolescentes (FEUPA), o PGNB examinou e aprovou o documento com os seguintes destaques e observações: DESTAQUES: a) O esforço das secretárias presbiteriais e diretoria da FEUPA para a realização do retiro espiritual juntamente com a FEUMP. Na ocasião trabalharam em conjunto o tema VIVOS, conscientizando os Jovens sobre o porquê e para que estão vivos; b) A presença de todos os Delegados representantes de suas UPAS locais pertencentes a federação para a realização do congresso 2019; c) A participação dos secretários Presbiteriais em todas as atividades realizadas pela FEUPA. OBSERVAÇÕES: a) O registro de seis igrejas que não possuem trabalho com adolescentes ligados a Federação. b) A realização de poucas atividades ao longo do ano; c) Não há informações detalhadas contendo a proposta das atividades realizadas, como também o número de participantes em cada uma delas; d) Embora no relatório da FEUPA conste o destaque do Retiro Unificado com a FEUMP, a junção só ocorreu devido à baixa adesão dos adolescentes ao próprio retiro. Sala das sessões 13 de fevereiro de 2020.

034/2019 - Relatório da Secretaria Presbiterial da FeUMP

Quanto ao documento nº 34, Relatório da Secretaria Presbiterial da Federação de União Presbiteriana de Mocidade (FEUMP), o PGNB examinou e aprovou o documento com os seguintes destaques: DESTAQUES; a) A grande preocupação e cuidado da diretoria em conhecer todas as UMPs do PGNB, bem como suas dificuldades e acertos; b) O empenho da diretoria da FeUMP em planejar com muito carinho todas as suas atividades durante ao ano; c) A criação de um workshop de “Missões Urbanas” na Igreja Presbiteriana Mananciais; d) A criação do FALA+, uma programação em que os jovens passaram uma tarde na Igreja Presbiteriana Carioca ouvindo 03 preletores que abordaram aspectos do evangelismo pessoal; e) A realização do “aniversário do bem”, na ocasião os jovens foram a um projeto social em Jardim Gramacho e puderam conversar com a população carente a respeito do Evangelho; f) A participação efetiva da FeUMP em todas as programações da Sinodal; g) A eleição da jovem Letícia Liberador (membro da Igreja Presbiteriana de Manguinhos) como presidente da Confederação Sinodal Guanabara de UMPs; h) A realização do congresso unificado em novembro de 2019. O congresso contou também com a participação das federações Madureira e Bento Ribeiro, além da FeUPA Guanabara. Sala das sessões 13 de fevereiro de 2020.

035/2019 - Carta da APMT - Rev. Walter

Quanto ao Doc. 35 - Carta APMT solicitando cessão e apoio financeiro a ministro deste presbitério (Rev. Walter Pereira Pinheiro)
O PGNB resolve:
Atender em seus termos, dando continuidade ao apoio financeiro conforme consta no orçamento do concílio.
Sala das sessões, 15 de fevereiro de 2020.

036/2019 - Relatório da CE PGNB 2019

Quanto ao documento nº 36, Relatório da Comissão Executiva (CE), o PGNB examinou e aprovou o documento com os seguintes destaques: DESTAQUES; a) O bom trabalho da CE em cumprir as determinações estabelecidas pelo plenário; b) O zelo em administrar o apartamento do PGNB; c) O cuidado em reunir-se com a liderança das federações; d) O zelo de estar próximo, inclusive em almoço congratulatório com Rev Walter, obreiro deste presbitério cedido à APMT para realizar missão na Espanha. Sala das sessões 13 de fevereiro de 2020.

037/2019 - Solicitação Cláudio Pombal

Quanto ao Doc. 37 - Solicitação do Rev. Cláudio Pombal para cessão nos termos do art. 37 da CI-IPB
O PGNB resolve:
Atender em seus termos.
Sala das sessões, 15 de fevereiro de 2020.

038/2019 - Relatório da Secretaria Presbiterial da FeUPH

Quanto ao documento nº 38, Relatório da Secretaria Presbiterial da FEUPH (Federação da União Presbiteriana de Homens), o PGNB examinou e aprovou o documento com os seguintes destaques e observações: DESTAQUES; a) A perseverança e comunhão dos irmãos em suas reuniões; b) A iniciativa de promover palestras sobre saúde, envelhecimento, depressão e missões; c) O registro da oferta de R$ 402,00 (quatrocentos e dois reais) para a obra missionária na Espanha, liderada pelo Rev. Walter Pinheiro. d) O cuidado piedoso dos irmãos em visitar membros da federação enfermos. OBSERVAÇÕES: a) Ausência do número de participantes nos eventos; b) A ausência de informações mais detalhadas das atividades que foram realizadas durante o ano. Sala das sessões 13 de fevereiro de 2020.

039/2019 - Solicitação de Pastor Evangelista - IP Benfica

Quanto ao Doc. 39 – Solicitação de designação de pastor evangelista IP Benfica,
O PGNB resolve:
Designar o Rev. Airton Luiz Pereira Nunes como pastor evangelista até a RO PGNB 2021.
Sala das sessões, 15 de fevereiro de 2020.

040/2019 - Solicitação de Auxílio Financeiro - IP Benfica

Quanto ao Doc. 40 – Pedido de Auxílio Financeiro IP Benfica,
O PGNB resolve:
a)    Atender em seus termos.
b)    Registrar a disposição e compromisso da igreja, após diálogo com esta comissão, de ao longo deste ano de 2020 proceder a uma revisão do projeto de revitalização, entregando documento para acompanhamento pela Missão na Cidade.
Sala das sessões, 15 de fevereiro de 2020.

041/2019 - Solicitação de Parcelamento Dívida PGNB - IP Benfica

Quanto ao Doc. 41 – Pedido da IP Benfica de parcelamento de débito da contribuição presbiterial,
Considerando:
a)    O momento financeiro e de instabilidade da Membresia especialmente difícil que a igreja vem vivenciando;
b)    O compromisso assumido perante esta comissão em empreender ao longo deste ano uma avaliação e replanejamento com vistas à sua revitalização;
O PGNB resolve:
Conceder o parcelamento do débito em 33 parcelas, a serem pagas ao lado da contribuição presbiterial nos anos de 2020 a 2022.
Sala das sessões, 15 de fevereiro de 2020.

042/2019 - Solicitação de Parcelamento Dívida Missão na Cidade - IP Benfica

Quanto ao Doc. 42 – Pedido da IP Benfica de parcelamento de débito da contribuição à Missão na Cidade,
Considerando:
a)    O momento financeiro e de instabilidade da Membresia especialmente difícil que a igreja vem vivenciando;
b)    O compromisso assumido perante esta comissão em empreender ao longo deste ano uma avaliação e replanejamento com vistas à sua revitalização;
O PGNB resolve:
Conceder o parcelamento do débito em 33 parcelas, a serem pagas ao lado da contribuição presbiterial nos anos de 2020 a 2022.
Sala das sessões, 15 de fevereiro de 2020.

043/2019 - Aspirante ao Ministério - IP Méier

Quanto ao documento 43, apresentação de aspirante ao sagrado ministério, Almir Timotheo Beltran, tendo em vista que a documentação apresentada pelo conselho atende o prescrito no art. 115 da CI/IPB, o PGNB resolve: Atender à solicitação do conselho e tomar as medidas necessárias com vistas à candidatura ao sagrado ministério conforme o art. 116.
Sala das sessões, 13 de fevereiro de 2020.

044/2019 - Oferecimento de campo para Licenciado - IP Méier

Quanto aos documentos nº 44 e 55, Oferecimento de campo para licenciatura e Relatório de Tutor Eclesiástico. CONSIDERANDO: 1) O relatório do Rev. Ivo César Silva Mozart, referente ao candidato, Bacharel Davi Simões Chaves; 2) A entrevista feita pela Comissão com o referido candidato, o qual demonstrou alegria em trabalhar sob as orientações do seu tutor e também em desenvolver seus dons ministeriais servindo aos irmãos da Igreja Presbiteriana do Méier; 3) A conclusão dos estudos pelo candidato junto ao Seminário Teológico Presbiteriano Ashbel Green Simonton, com a colação do grau de bacharel em teologia no dia 09/02 do corrente ano; 4) O oferecimento de campo e sustento ao candidato pela Igreja Presbiteriana do Méier,  o PGNB resolve: a) Designar o Rev. Ivo César para acompanhar o referido candidato na qualidade de tutor eclesiástico até a próxima RO; b) Dar provimento aos exames necessários com vista à licenciatura ao Sagrado Ministério nomeando a Comissão Especial (Tese: Rev. Hélio Gomes Paulo, Rev. Nilson Cardoso Dutra, Rev. Jocimar Goudard da Silveira; Presb. Edmilson Menezes, Presb. Márcio);(Exegese: Rev. Raphael Farves, Rev. Diego; Rev. Hebenezer, Presb. Paulo Storck e Presb. Arione Quintanilha) no prazo de 90 dias, com o propósito de cumprir o disposto, Art. 99 CI/IPB, atendendo ao que preceitua o caput do Art. 100 para a indicação de seus componentes, com o objetivo de fazer cumprir as exigências do caput do Art. 120, alíneas “a”, “b”, que funcionará como uma “Banca para Exame e Parecer de Tese (monografia) e Exegese”; c) Conceder plenos poderes a CE/PGNB para marcar a data do exame para a próxima RE. Sala das sessões, 15 de fevereiro de 2020.

045/2019 - Título de pastor emérito - IP Méier

Quanto ao documento 45, título de pastor emérito, tendo em vista o cumprimento do disposto no art. 44 CIP/IPB, o PGNB congratula-se com a IP Méier e aprova a outorga do título de pastor emérito ao estimado Rev. Ely Gonçalves.
Sala das sessões,
Rio de Janeiro, 12 de Fevereiro de 2020.

046/2019 - Solicitação de pastor designado - IP Méier

Quanto ao Doc. 46 – Solicitação de pastor efetivo designado – IP Méier
O PGNB resolve:
Designar o Rev. Ivo César Silva Mozart como pastor efetivo da referida igreja até a LXX RO PGNB.
Sala das sessões, 15 de fevereiro de 2020.

047/2019 - Solicitação de parcelamento - IP Higienópolis

Quanto ao Doc. 47 – Pedido da IP Higienópolis de parcelamento de débito da contribuição presbiterial,
O PGNB resolve:
Atender em seus termos.
Sala das sessões, 15 de fevereiro de 2020.

048/2019 - Agradecimento e Pedido - Rev. Jocimar

Quanto ao Doc.48 – Rev. Jocimar Goudard da Silveira: agradecimento pelo uso do apartamento do PGNB e solicitação de reparos no mesmo.
Considerando:
a)    Que há necessidade de celebração de um novo contrato, visto que o vigente tem validade até esta RO;
b)    Que os valores sob responsabilidade do locatário estão abaixo de qualquer avaliação de mercado;
c)    Que não houve solicitação de uso do imóvel por nenhum outro pastor; 
O PGNB resolve:
a)    Autorizar a CE a celebrar novo contrato de aluguel com o Rev. Jocimar, cabendo a este o valor de R$200,00 a título de aluguel, acrescido do valor do condomínio.
b)    Não autorizar neste momento o desembolso de nenhum recurso para realização de reparos referentes ao uso do imóvel.
Sala das sessões, 15 de fevereiro de 2020.

049/2019 - Relatório tutor Sem. Arthur

Quanto ao documento nº 49, Relatório de Tutor Eclesiástico. CONSIDERANDO: 1) O relatório do Rev. Alexander Assis de Oliveira, referente ao candidato, seminarista Arthur Pereiro; 2) A entrevista feita pela Comissão com o referido candidato, o qual demonstrou alegria em servir ao Senhor; 3) O ingresso no 5º ano no Seminário Rev. Asbel Green Simonton; o PGNB resolve: a) encaminhar o candidato para a Tutela do Rev. Hélio Gomes Paulo, rogar as benção de Deus sobre o referido candidato. Sala das sessões.

050/2019 - Relatório da Secretaria Presbiterial da FeUCP

Quanto ao documento nº 50, Relatório da Secretaria Presbiterial da FEUCP (Federação da União de Crianças Presbiterianas), o PGNB examinou e aprovou o documento com os seguintes destaques e observações: DESTAQUES: a) O bom trabalho da secretária presbiterial em reunir a diretoria para planejamento de agenda; b) O interesse em visitar e participar das atividades das UCPs federadas; c) A organização de eventos, tais como: tarde de talentos, piquenique, um retiro e o registro dos mesmos no relatório através de fotos; OBSERVAÇÕES: a) Ausência do número de participantes nos eventos; b) Embora haja o registro da reunião de planejamento, não há informações detalhadas sobre os objetivos das atividades realizadas durante o ano. Sala das sessões 13 de fevereiro de 2020.

051/2019 - Orçamento Missão na Cidade para 2020

Clique aqui...

052/2019 - Treinamento de liderança Hagai

Quanto ao Doc. 52 – Treinamento de liderança
O PGNB resolve:
a)    Parabenizar a Missão na Cidade pela iniciativa, louvando a Deus pela oportunidade
b)    Reservar as datas de 18/4/2020 e 24/10/2020 como datas especiais para curso de treinamento de lideranças
Sala das sessões, 15 de fevereiro de 2020

053/2019 - Contratação Assistente Social

Quanto ao Doc. 53 – Contratação de Assistente Social
Considerando:
a)    Que a irmã selecionada para ocupar o cargo em questão foi realocada em seu trabalho em tempo recente, impossibilitando-a de assumir a função que o concílio necessita;
b)    Que não foi encontrada outra pessoa com o perfil necessário ao concílio;
c)    Que, na atual conjuntura, o concílio não dispõe dos recursos para a contratação de profissional da área,
O PGNB resolve:
Orientar à Missão na Cidade a que prossiga na procura de profissional adequada à função, encaminhando o resultado à CE para oportuna deliberação pelo concílio.
Sala das sessões, 15 de fevereiro de 2020

054/2019 - Relatório da Secretaria Presbiterial da FeSAF

Quanto ao documento nº 54, Relatório da Secretaria Presbiterial da FESAF (Federação de Sociedade Auxiliadora Feminina), o PGNB examinou e aprovou o documento com os seguintes destaques: DESTAQUES: a) O tema trabalhado durante o ano: “Oração: Conexão com Deus”, acompanhando a caminhada de espiritualidade que tem se intensificado na vida dos pastores e igrejas do PGNB; b) O grande número de atividades desenvolvidas em diversas áreas, demonstrando afinco e engajamento exemplares c) A generosidade e mobilização em ofertar R$ 30.950,00 (trinta mil novecentos e cinquenta reais) para missões; d) A sensibilidade das irmãs às causas sociais tendo angariado R$ 25.394,54 (vinte e cinco mil trezentos e noventa e quatro reais e cinquenta e quatro centavos) para ação social; e) A preocupação na realização de eventos evangelísticos, a saber 36 eventos; f) A distribuição de 179 (cento e setenta e nove) Bíblias e novos testamento. O PGNB registra um voto de apreciação pelo bom trabalho realizado pela FESAFs durante o ano. Sala das sessões 13 de fevereiro de 2020.

055/2019 - Relatório tutor Sem Davi

Quanto aos documentos nº 44 e 55, Oferecimento de campo para licenciatura e Relatório de Tutor Eclesiástico. CONSIDERANDO: 1) O relatório do Rev. Ivo César Silva Mozart, referente ao candidato, Bacharel Davi Simões Chaves; 2) A entrevista feita pela Comissão com o referido candidato, o qual demonstrou alegria em trabalhar sob as orientações do seu tutor e também em desenvolver seus dons ministeriais servindo aos irmãos da Igreja Presbiteriana do Méier; 3) A conclusão dos estudos pelo candidato junto ao Seminário Teológico Presbiteriano Ashbel Green Simonton, com a colação do grau de bacharel em teologia no dia 09/02 do corrente ano; 4) O oferecimento de campo e sustento ao candidato pela Igreja Presbiteriana do Méier,  o PGNB resolve: a) Designar o Rev. Ivo César para acompanhar o referido candidato na qualidade de tutor eclesiástico até a próxima RO; b) Dar provimento aos exames necessários com vista à licenciatura ao Sagrado Ministério nomeando a Comissão Especial (Tese: Rev. Hélio Gomes Paulo, Rev. Nilson Cardoso Dutra, Rev. Jocimar Goudard da Silveira; Presb. Edmilson Menezes, Presb. Márcio);(Exegese: Rev. Raphael Farves, Rev. Diego; Rev. Hebenezer, Presb. Paulo Storck e Presb. Arione Quintanilha) no prazo de 90 dias, com o propósito de cumprir o disposto, Art. 99 CI/IPB, atendendo ao que preceitua o caput do Art. 100 para a indicação de seus componentes, com o objetivo de fazer cumprir as exigências do caput do Art. 120, alíneas “a”, “b”, que funcionará como uma “Banca para Exame e Parecer de Tese (monografia) e Exegese”; c) Conceder plenos poderes a CE/PGNB para marcar a data do exame para a próxima RE. Sala das sessões, 15 de fevereiro de 2020.

056/2019 - Relatório Rev. Hélio Gomes

Quanto ao Doc. 56 - Relatório Rev. Hélio Gomes Paulo,
Considerando:
Que o referido ministro vem realizando trabalho evangelístico promissor na região da Grande Tijuca, que foi abraçado como ponto de pregação pela IP Jacarezinho,
O PGNB resolve: 
Designar o Rev. Hélio como pastor evangelista de tempo integral para atender a trabalho incipiente da IP Jacarezinho, nos termos do art. 33, parág. 3º da CIPB até a LXX RO PGNB.
Sala das sessões, 15 de fevereiro de 2020.

057/2019 - Solicitação de Pastor Efetivo - IP Maria da Graça

Quanto ao documento 57 – Solicitação de designação de pastor efetivo IP Maria da Graça,
O PGNB resolve:
a)    Designar o Rev. Josias Rosa Ramos como pastor efetivo da IP Maria da Graça até a LVXX RO PGNB.
Sala das sessões, 15 de fevereiro de 2020.

058 e 059/2019 - Relatório de tutor eclesiástico Bel. Orivaldo

Quanto aos documentos nº 58 e 59, Relatório de Tutor Eclesiástico. CONSIDERANDO: 1) O relatório do Rev. Diego, referente ao candidato, Bacharel Orivaldo; 2) A entrevista feita pela Comissão com o referido candidato, o qual demonstrou alegria em trabalhar sob as orientações do seu tutor e também em desenvolver seus dons ministeriais servindo aos irmãos da Igreja Presbiteriana do Riachuelo; 3) A conclusão dos estudos pelo candidato junto ao Seminário Teológico Presbiteriano Ashbel Green Simonton, com a colação do grau de bacharel em teologia no dia 09/02 do corrente ano; 4) O oferecimento de campo e sustento ao candidato pela Igreja Presbiteriana do Riachuelo conforme documento 58,  o PGNB resolve: a) Designar o Rev. Diego para acompanhar o referido candidato na qualidade de tutor eclesiástico até a próxima RO; b) Dar provimento aos exames necessários com vista à licenciatura ao Sagrado Ministério nomeando a Comissão Especial (Tese: Rev. André Monteiro; Rev. Alex; Rev. Alexander; Presb. Joel, e Presb. Ananias);(Exegese: Rev. Ivo Mozart; Rev. Rafael Soares; Rev. Marcelo, Presb. Adriano; Presb. Wellington) no prazo de 90 dias, com o propósito de cumprir o disposto, Art. 99 CI/IPB, atendendo ao que preceitua o caput do Art. 100 para a indicação de seus componentes, com o objetivo de fazer cumprir as exigências do caput do Art. 120, alíneas “a”, “b”, que funcionará como uma “Banca para Exame e Parecer de Tese (monografia) e Exegese”; c) Conceder plenos poderes a CE/PGNB para marcar a data do exame para a próxima RE.

060 e 062/2019 - Exame de contas da Tesouraria PGNB e AMPGNB

Quanto aos documentos 60 e 62, o PGNB examinou as Contas da Tesouraria da Missão na Cidade e da Tesouraria do PGNB no período de Setembro/2019 à Dezembro/2019 e as aprovou, com os seguintes DESTAQUES, OBSERVAÇÕES e DETERMINAÇÕES: 
DESTAQUES: 1) Quanto às contas das duas Tesourarias: a) excelente apresentação dos relatórios de movimentação financeira; b) O trabalho do tesoureiro em organizar e apresentar os documentos para a comissão permanente, inclusive com excelente relatório; c) A tesouraria cumpriu com todos os compromissos estabelecidos em orçamento para o ano de 2019. d) Que os valores referentes ao FAP do Rev. Hélio Gomes, identificado no relatório anterior desta comissão como ausentes foram devidamente regularizados; e) A transferência de R$ 100.000,00 para a conta da Missão na Cidade, conforme determinação do concílio. f) O saldo da tesouraria da Missão na Cidade terminou o período com valor positivo de R$ 122.137,99; g) O saldo da tesouraria do PGNB terminou o período com valor positivo de R$ 89.074,23. 
1) OBSERVAÇÕES: 
1) Quanto às contas da Tesouraria da Missão na Cidade: a) Quatro Igrejas estão em atraso com suas contribuições e, entre elas, uma igreja também apresenta atraso no parcelamento de dívida concedido pelo PGNB, perfazendo a soma de: R$ 3.761,00; 
2) Quanto às contas da Tesouraria do PGNB: a) foram identificados atrasos no pagamento por parte de algumas igrejas, o que atrapalha o fluxo mensal e trimestral; b) Cinco Igrejas estão em atraso com as suas contribuições e, entre elas, duas igrejas apresentam também atraso no pagamento de parcelamento de dívida concedido pelo PGNB, perfazendo a soma de R$ 28.492,72; c) Ainda não foi efetuado o pagamento referente ao parcelamento da dívida de R$ 2.062,70 referentes a realização de reformas no imóvel do PGNB e débitos com condomínio e Light e que deveriam ocorrer desde Agosto/2019; d) Lamentavelmente, as federações de UCP e UPA perderam o valor dado como sinal de pagamento aos sítios que abrigariam suas atividades. Somados os valores das duas federações temos o total de R$ 4.490,00.

DETERMINAÇÕES: a) Que as igrejas em atraso nas contribuições referentes ao PGNB e Missão na Cidade busquem regularizar os seus débitos; b) Que a CE oriente as federações quanto a necessidade de melhor organização em seus eventos afim de evitarem perdas significativas como as que tivemos este ano; c) Que as rubricas referentes ao aluguel da IP Casa Verde e condomínio do imóvel do PGNB sejam destacados no orçamento do ano seguinte; d) Que os valores referentes a “Despesas Bancárias” descritos no orçamento sejam revistos e adequados a realidade das taxas praticadas pelo banco. e) O PGNB estabelece como valor máximo para sinal de aluguel de sítios para congressos, passeios e atividades similares das Federações Presbiteriais a quantia de 1,5 salários mínimos, a título de adiantamento. f) Encaminhar o documento a comissão de finanças e distribuição de trabalho.

Sala das Sessões, 14 de fevereiro de 2020.

061/2019 - Orçamento PGNB para 2020

Clique aqui...

063/2019 - Comissão permanente de exame de atas

Rev. Airton
Rev. Robério
Rev. Alexander

064/2019 - Secretários Presbiteriais para 2020

UCP: Laci (IP Jacarezinho) e Marilete (IP Jacarezinho)
UPA: Daniele (IP Higienópolis) e Aline (IP Jacarezinho)
UMP: Presb. Wesley (IP Thomaz Coelho)
SAF: Rev. Josias (IP Maria da Graça)
UPH: Rev. Jocimar (IP Vieira Fazenda)
Informática: Jones (IP Luz da Alvorada)

066/2019 - Solicitação pastor efetivo designado - IP Manguinhos

Quanto ao Doc. 66 – Solicitação de designação de pastor efetivo IP Manguinhos,
O PGNB resolve:
a)    Orientar a igreja a que se abstenha de sugerir nome de ministro a ser indicado, como preceitua claramente o art. 33, parág. 1º da CIPB
b)    Designar o Rev. Uziel Lima como pastor efetivo da IP Manguinhos até a LXXII RO PGNB.
Sala das sessões, 15 de fevereiro de 2020.

068/2019 - Designação de Tutor para Sem. Almir

Quanto ao documento 68 referente a decisão do plenário de aprovação do exame do aspirante Almir Timotheo Beltran. CONSIDERANDO: 1) que o candidato foi aprovado pelo plenário do PGNB; 2) Considerando que o mesmo cursará o 4º ano junto ao Seminário Teológico Presbiteriano Ashbel Green Simonton, o PGNB resolve: a) reconduzir o candidato a dar continuidade aos seus estudos teológicos junto ao STPS; b) Designar o Rev. André Luis Barros Monteiro para acompanhar o referido candidato na qualidade de tutor eclesiástico até a próxima RO; Sala das sessões, 15 de fevereiro de 2020.

072/2019 - Comissão permanente para estudo do piso e reajuste das côngruas

Relator: Presb. Marcus (IP Mananciais)
Presb. Orlando (IP Luz da Alvorada)
Rev. Fábio Quintanilha (IP Thomaz)
Rev. Diego Leandro (IP Riachuelo)

073/2019 - Comissão permanente de exame de contas da tesouraria 2020

Rev. Diego
Presb. Marcus (Mananciais)

074/2019 - Proposta de prorrogação diretoria da missão na cidade

Prorrogado até a LXX RO.

075/2019 - Horário regimental LXX RO PGNB

Período de RO
24-02-2021
25-02-2021
26-02-2021
27-02-2021

Local: IP Maria da Graça

2018 - REUNIÃO ORDINÁRIA

001/2018 - Ver convocação

CONVOCAÇÃO

002/2018

O PGNB examinou e aprova os relatórios dos seus ministros com os seguintes destaques e observações. Destaques: 1- Quanto aos dados estatísticos: Pregações: 1443; EBD: 362; evangelização: 356; estudos Bíblicos: 727; palestras: 134; rádio e TV: 29; artigos: 415; entrevistas: 12; bênçãos nupciais: 25; funerais: 57; profissão de fé: 15; profissão de fé e batismo: 38; batismo infantil: 25; santas ceias: 395; aconselhamentos: 1469; visitas a evangélicos ou não: 1218; visitas a departamentos: 137; visitas a congregações, pontos de pregação e campos missionários: 93; reuniões do conselho: 190; diáconos ordenados/investidos: 24; presbíteros ordenados/investidos: 14; assembleias gerais: 30; reuniões do Presbitério: 31; reuniões do Sínodo: 7; reuniões do Supremo Concílio: 9. 2- Quanto a outras atividade ministeriais: a)Participações nos encontros do Centro de Treinamento para Plantadores de Igrejas (CTPI) e em sua diretoria; b) Participações Regulares no Movimento Missional Rio (MMR); c) Participações no Treinamento de Revitalização de Igrejas do PGNB: 7; d) Treinamento em Planejamento Estratégico promovido pelo PGNB: 4; e) Participações em palestras; f) Participações em Atividades do Instituto SARA (Servindo de Apoio, Refrigério e Amizade) e em sua diretoria ; g) Cursando Mestrado: 1; Cursando Doutorado: 1; h) Participação na JURET-RJ/ES; i) Participação no Corpo Docente do Centro Evangélico de Missões . Observações: 1- 30% dos pastores do PGNB não contribuem para o INSS e nem para Previdência Privada; 2- 18% dos pastores recebem côngruas abaixo do piso do PGNB. 

003/2018

Quanto ao documento nº 03, Relatório dos Conselhos, o PGNB examinou e aprovou o documento com os seguintes destaques e observações: DESTAQUES: a) Das 15 igrejas analisadas, 14 apresentam informações relacionadas a treinamento de pessoal. A maioria das igrejas têm investido em treinamentos e capacitação de membros e oficiais, sendo que 73% das igrejas investiram em capacitação de professores, músicos e líderes, já 80% das igrejas realizaram trabalhos de capacitação de oficiais, indicando a preocupação das igrejas com o aprimoramento dos professores, músicos, oficiais e liderança; b) O zelo dos conselhos em registrar as atividades das igrejas com as suas peculiaridades, bem como descrições de projetos e objetivos; c) A participação das igrejas apoiando instituições missionárias, tais como Missão na Cidade, Missão Caiuá, Hospital Evangélico, Associação Beneficente de Reabilitação Evangélica, Junta de Missões Nacionais, dentre muitas outras instituições e pessoas; e) Uma igreja que oferece apoio financeiro extra ao Rev. Walter Pinheiro em missão na Espanha d) Percebe-se que as igrejas têm sido zelosas na ministração do sacramento da Ceia do Senhor com o total de 303 Ceias relatadas.  OBSERVAÇÕES: a) Somente 26% (4) das igrejas do PGNB possuem planejamento estratégico; b) Há falta de informações em 4 relatórios, dificultando análise da comissão. 

05 a 22/2018 - Exame de Livros de Atas

004/2018 -  Livro de Atas da IP Benfica
Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) O envio das atas do Conselho referentes ao segundo semestre, atendendo ao que fora estabelecido na convocação enviada pela CE/PGNB; 2) O cuidado do Conselho ao tentar dirimir a grave situação financeira na qual se encontra a Igreja; 3) O zelo e trabalho do Conselho para revisão de seu Estatuto atual, visando atender a solicitação do PGNB quanto ao tema; 4) A preocupação do Conselho com a segurança da comunidade, fazendo mudanças nas atividades e horário do culto vespertino; 5) A Análise por parte do Conselho das observações feitas pelo PGNB na 67ª RO e o atendimento a todas as determinações. OBSERVAÇÕES: 1) O Conselho não enviou as atas referentes ao primeiro semestre, no prazo estabelecido, como determinou o PGNB, em sua RE realizada em 10/03/2018; 2) Em todas as atas encontra-se o registro da presença de 3 presbíteros, mas para o leitor, não é possível saber se o Conselho é composto apenas de 3 ou mais presbíteros, necessitando ser incluída a expressão: “estando todos os presbíteros presentes”, como é praticado pela maioria dos Conselhos deste Concílio; 3) Não há destaque em “itálico” ou de outra forma, para a transcrição do relatório pastoral e de outros documentos transcritos no corpo da ata, como orienta o manual para confecção de atas eletrônicas; 4) Na ata 610 há a recepção de membros por jurisdição “ex-ofício”, contudo, não há menção da comunidade de origem dos mesmos; 5) O uso de tabela nas atas 611, 612, 614, 615 e 617 não atende o que estabelece o Regulamento Geral para Confecção de Atas dos Concílios, uma vez que existem inúmeros espaços em branco; 6) Na transcrição da ata da AGE para eleição de oficiais encontramos a afirmação quanto a existência de quórum, contudo, não é mencionada a quantidade de pessoas presentes na Assembleia, impossibilitando qualquer conferência quanto aos que foram eleitos e seus respectivos percentuais de aprovação, e até mesmo a validade da Assembleia com relação ao número de membros que deveriam estar presentes a esta AGE; 7) Na ata 613 o nome da irmã Léia, esposa do Diácono Sérgio Dimas, que fora ordenado e instalado, está incompleto; 8) Ao final de cada página, e às vezes ao final de determinados assuntos, o secretário do Conselho utilizou tracejados que dão a falsa impressão de término da ata. O uso de tracejado deve ser feito apenas para a eliminação de espaços em branco, nunca sendo utilizados no meio da ata, como pode ser observado nas páginas 62, 64, 66 a 75; 9) Na ata 614 há a transcrição do Edital de convocação para a AGE para revisão do Estatuto, contudo, em virtude da falta de destaque no texto o assunto do Edital está misturado a outros assuntos no corpo da ata, dificultando a percepção de término do edital; 10) No registro da aprovação do Estatuto conforme transcrição feita na ata 614 faltou uma descrição mais ampla demonstrando que essa foi a “aprovação em primeiro turno”, sendo necessária ainda a aprovação pelo PGNB e em segundo turno por nova AGE, como determina o modelo de estatuto para uma Igreja Local;  11) Não há o registro da estatística da Igreja como determina o Regulamento geral para confecção de atas dos Concílios; 12) Não há o registro de exame de contas referente ao ano de 2018. DETERMINAÇÕES: 1) Que o Conselho registre no livro de atas o relatório do exame de contas referente ao ano de 2018; 2) Que na primeira reunião do Conselho, seja registrada a estatística da Igreja referente ao ano de 2018. Sala das Sessões, 14 de Dezembro de 2018.

 

005/2018 - Livro de Atas da IP Cascadura
Relatório da Comissão de Exame de Livros de Atas. Quanto ao documento 06, Livro de Atas da IP Cascadura, o PGNB examinou as atas 006 a 012, conforme segue abaixo: Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) Que o Conselho enviou as atas referentes ao primeiro semestre, no prazo estabelecido, como determinou o PGNB, em sua RE realizada em 10/03/2018 e também as atas referentes ao segundo semestre, atendendo ao estabelecido na convocação enviada pela CE/PGNB; 2) A Análise por parte do Conselho das observações feitas pelo PGNB na 67ª RO e o cumprimento da determinação lá existente; 3) O cumprimento do processo de registro junto ao RCPJ, com a aquisição de CNPJ e conta bancária em nome da Igreja; 4) O uso das dependências da Igreja para projeto esportivo que tem caráter não apenas social, mas evangelístico; 5) A boa conexão entre a série de mensagens e o culto com as crianças, produzindo interação entre as mais diversas áreas da igreja; 6) A normatização de um processo de arrecadação, trazendo transparência e segurança no levantamento de recursos; 7) O cuidado do Conselho ao solicitar ao PGNB a designação de seu pastor por mais 5 anos como pastor efetivo; 8) O interesse do Conselho em manter constantes atividades de comunhão com a membresia da Igreja, com a organização de Retiro de Carnaval e Passeios; 9) A realização de obras pensando na acessibilidade e cuidado com idosos; OBSERVAÇÕES: 1) A ausência de registros que comprovem o exame das contas da tesouraria; 2) Há erro nas notas de rodapé de algumas atas, a saber:  a) Na ata 009 consta leitura e aprovação da ata 007, quando na verdade, é a ata 008; b) Na ata 011 consta não leitura da ata 008, quando na verdade é a não leitura das atas 009 e 010; 3) Na ata 010 não consta o motivo da não aprovação da ata 009, sendo esta aprovada conforme registro na ata 12; 4) O registro da ata 011 diz que o Rev. Raphael declara que o oficial foi devidamente eleito e instalado, quando o correto deveria ser: o oficial foi devidamente eleito, ordenado e instalado; 5) Não há o registro da estatística da Igreja e do balancete do ano anterior como determina o Regulamento geral para confecção de atas dos Concílios; 6) Não há o registro de análise do livro da Junta Diaconal.  DETERMINAÇÕES: 1) Que o Conselho realize o mais breve possível a análise do livro da Junta Diaconal, fazendo o devido registro no livro do Conselho; 2) Que seja registrado o relatório do Exame de Contas referente ao ano de 2018; 3) Que na primeira reunião do Conselho, seja registrada a estatística da Igreja e o balancete referente ao ano de 2018. Sala das Sessões, 13 de Dezembro de 2018.

 

006/2018 - Livro de Atas da IP Grajaú
Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) Que o Conselho enviou as atas referentes ao primeiro semestre, no prazo estabelecido, como determinou o PGNB, em sua RE realizada em 10/03/2018 e também as atas referentes ao segundo semestre, atendendo ao estabelecido na convocação enviada pela CE/PGNB; 2) O cuidado do Conselho com irmãos enfermos e sem apoio da família, como registrado na ata 770; 3) O pastoreio da Igreja por parte dos presbíteros e o constante acompanhamento dos mesmos; 4) A atenção do Conselho às mais diversas solicitações e demandas, com exposição clara dos passos dados em cada decisão; 5) O visível envolvimento da Igreja com o avanço missionário em vários lugares do mundo, não apenas com apoio financeiro a projetos externos, mas com a criação e desenvolvimento de projetos como o “Partiu Panamá”, que consiste no apoio da Igreja a uma escola municipal próxima à Igreja, e o “IPG nas ruas”, que visa o apoio e evangelização de pessoas que moram nas ruas do Rio de Janeiro, inclusive com o uso das dependências da Igreja para banho desses moradores, conforme registro nas atas 769, 772; 6) A liberalidade do Conselho por meio de auxílio financeiro a vários membros da Igreja por conta de motivos de enfermidade; 7) O zelo e pró-atividade do Conselho em auxiliar a tesouraria da Igreja para cumprimento dos prazos de exame de contas; 8) O cuidado do Conselho em atender aos pedidos de auxílio que chegam, pedindo liberação de equipamentos, cessão de espaço para organizações do Presbitério e organizações cristãs diversas; 9) O auxílio financeiro dado pelo Conselho ao seminarista Davi Chaves no Curso de Formação Missiológica, conforme registro na ata 768. OBSERVAÇÕES: 1) Na ata 772 há a convocação da AGE para eleição de oficiais, mas a data marcada de 08/07/2018 não atende o Art. 54, parágrafo 1º, que determina a realização de eleições três meses antes do vencimento do mandato, uma vez que o vencimento dos mesmos acontecerá, de acordo com a ata, em 27/09/2018. Além disso, o texto da ata da AGE, transcrito na ata 773 ainda contraria a informação da ata 772, informando que o vencimento do mandato dos oficiais acontecerá no dia 29/07/2018, ou seja, apenas 21 dias depois da realização da Assembleia; 2) O texto da ata 776 que é a reunião pública do Conselho em culto público para instalação de oficiais não apresenta um registro completo, uma vez que foi suprimida toda a liturgia do culto; 3) Na ata 778, última ata do ano apresentada ao PGNB, não é registrado o balancete de 2018 e nem o registro estatístico como determina o Regulamento geral para a confecção de atas dos Concílios, em seu Art. 1º; 4) Na ata 769, durante o tratamento de solicitações pastorais o registro em ata demonstra que a presidência da reunião passa a um presbítero, todavia, tal registro é um equívoco, uma vez que a presidência do Conselho só pode acontecer por um ministro, como determina o Art. 78 e seus parágrafos; 5) Na ata 769 há o registro de uma solicitação pastoral. Durante o tratamento do assunto, o Conselho decide colocá-lo sobre a mesa. O assunto é registrado “sobre a mesa” nas atas seguintes, sendo tratado apenas na ata 773 de 22/08, mais de 6 meses depois da solicitação feita. Embora não haja esclarecimentos ou determinações da CI/IPB sobre o tempo que um assunto pode ficar “sobre a mesa”, e que em alguns casos pode ser dado inclusive um prazo indefinido, como registra o Art .27 do Regimento Interno para os Presbitérios, entende-se que o Conselho deveria trazer em sua ata as alegações para que uma solicitação ficasse tanto tempo sobre a mesa. DETERMINAÇÕES: 1) Que seja registrado o relatório do Exame de Contas referente ao ano de 2018; 2) Que na primeira reunião do Conselho seja registrado o balancete de 2018 e a estatística da Igreja; 3) Que o Conselho leve ao conhecimento da Assembleia da Igreja em sua próxima reunião extraordinária, a informação de que houve um erro de digitação quanto a data de vencimento de mandato dos oficiais, conforme registro na última ata da AGE, transcrita na ata 772 do Conselho, para que esta possa produzir registro corrigindo essa informação.  Sala das Sessões, 14 de Dezembro de 2018.

 

007/2018 - Livro de Atas da IP Higienópolis
Relatório da Comissão de Exame de Livros de Atas. Quanto ao documento 08, Livro de Atas da IP Higienópolis, o PGNB examinou as atas 594 a 600, conforme segue abaixo: Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) Que o Conselho enviou as atas referentes ao primeiro semestre, no prazo estabelecido, como determinou o PGNB, em sua RE realizada em 10/03/2018 e as atas referentes ao segundo semestre, atendendo ao estabelecido na convocação enviada pela CE/PGNB; 2) A Análise por parte do Conselho das observações feitas pelo PGNB na 67ª RO; 3) Os registros em ata sobre a vida da Igreja são muito preciso e vastos, dando uma clara noção do trabalho desenvolvido pela Igreja; 4) O constante investimento da Igreja em diversos trabalhos missionários, conforme registro nas atas 594, 596, 597, inclusive com a vinda de um casal de missionários de Guiné-Bissau, ministrando palestra sobre o campo missionário onde atual, bem como o levantamento de ofertas para auxiliar no tratamento de enfermidade do filho do casal; 5) A participação dos Presbíteros na série de mensagens realizada sobre “O Dízimo”; 6) A decisão do Conselho em auxiliar o membro Jedaías Monteiro Gomes financeiramente, por conta de um acidente ocorrido nas dependências da Igreja; 7) A prática de registro de relatório dos presbíteros em todas as atas, demonstrando a operosidade do Conselho; 8) A sensibilidade do Conselho ao promover marcha de oferta para auxílio a uma família que passa por dificuldade de saúde;  OBSERVAÇÕES: 1) Na ata 596 há o registro de convocação da AGE para eleição de oficiais para 19/08/2018, mas a data marcada para a AGE não atende o prazo de três meses antes, estabelecido pelo Art. 54, parágrafo 1º, uma vez que o mandato dos oficiais vence em 31/10/2018; 2) Na ata 598 não há o registro de motivo da não aprovação da ata 597, como determina o Regulamento geral para confecção de atas dos Concílios em seu Art. 3º, embora a ata tenha sido aprovada conforme registro feito na ata 599; 3) Há espaços em branco na ata 600, o que não atende o que estabelece o Regulamento Geral para Confecção de Atas dos Concílios.  Sala das Sessões, 13 de Dezembro de 2018.

 

008/2018 - Livro de Atas da IP Jacarezinho
Relatório da Comissão de Exame de Livros de Atas. Quanto ao documento 09, Livro de Atas da IP Jacarezinho, o PGNB examinou as atas 669 a 675, conforme segue abaixo: Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) Que o Conselho enviou as atas referentes ao primeiro semestre, no prazo estabelecido, como determinou o PGNB, em sua RE realizada em 10/03/2018 e as atas referentes ao segundo semestre, atendendo ao estabelecido na convocação enviada pela CE/PGNB; 2) A Análise por parte do Conselho das observações feitas pelo PGNB na 67ª RO; 3) O cuidado do Conselho com o patrimônio da igreja produzindo reformas e reparos na estrutura física do templo e demais dependências; 4) O apoio da Igreja ao avanço missionário, inclusive com o envio de ofertas mensais; 5) O cuidado do Conselho ao dividir entre os membros do Conselho o nome daqueles que estão necessitando de assistência, para que o Conselho possa dar uma palavra de carinho e conforto; 6) Reuniões com as comissões da Igreja para melhoria dos trabalhos; 7) A aproximação com a Junta Diaconal, tendo em vista um melhor desenvolvimento dos trabalhos. OBSERVAÇÕES: 1) Em todas as atas encontra-se o registro da presença de 4 presbíteros, mas para o leitor, não é possível saber se o Conselho é composto apenas de 4 ou mais presbíteros, necessitando ser incluída a expressão: “estando todos os presbíteros presentes”, como é praticado por todos os outros Conselhos deste Concílio; 2) No rodapé das atas 674 e 675 consta apenas a expressão “Presentes: Presbíteros”, sem constar o nome dos mesmos; 3) O registro do relatório de ministro do Rev. Hebenézer na última ata do ano não atende ao que estabelece o Regulamento geral para confecção de atas dos Concílios em seu Cap. II, Art. 5º; 4) Não há registro de análise dos livros das Sociedades Internas; 5) A não realização do exame de contas da tesouraria conforme registro na ata 675; 6) A não aprovação das atas 674 e 675. DETERMINAÇÕES: 1) Que o Conselho registre a aprovação das contas da tesouraria referente ao ano de 2018; 2) Que o Conselho proceda, em sua primeira reunião, a aprovação das atas 674 e 675; 3) Que o Conselho proceda a análise dos livros das Sociedades Internas.  Sala das Sessões, 13 de Dezembro de 2018.

 

009/2018 - Livro de Atas da IP Luz da Alvorada
Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) O envio das atas do Conselho referentes ao segundo semestre, atendendo ao que fora estabelecido na convocação enviada pela CE/PGNB; 2) A Análise por parte do Conselho das observações feitas pelo PGNB na 67ª RO; 3) A prontidão do Conselho em entender a necessidade de revitalização comunidade e em destacar já em sua primeira reunião pós 67ª RO/PGNB algumas ações que visam a revitalização da igreja, como a supressão da Escola Dominical e as alterações no culto matutino; 4) A aprovação de um calendário de reuniões do Conselho para o ano de 2018, atendendo a uma das observações feitas pelo PGNB na 67ª RO; 5) O planejamento das atividades regulares da Igreja, atendendo ao que fora pensado e planejado no Projeto de Revitalização; 6) A participação de parte do Conselho no Treinamento de Revitalização promovido pelo PGNB em parceria com a Missão na Cidade; 7) A preocupação e o cuidado com os membros, por meio da adequação de instalações e o zelo com os preparativos para o aniversário da Igreja; 8) A discussão por parte do Conselho do Projeto de Revitalização da Igreja, mostrando o interesse do Concílio em não apenas atender o que fora apontado pelo PGNB, como também a importância de tal projeto para a vida da comunidade; 9) A atenção do Conselho à Junta Diaconal ao dar suporte por meio da designação de mulheres, como determina o Art. 83, alínea “x”; OBSERVAÇÕES: 1) O Conselho não enviou as atas referentes ao primeiro semestre, no prazo estabelecido, como determinou o PGNB, em sua RE realizada em 10/03/2018; 2) Não foram cumpridas as seguintes determinações do PGNB em sua 67ª RO, a saber: a) Registro de aprovação das atas 73,74 e 75; b) Registro dos dados referentes a recepção do irmão Josivan; c) Registro de AUTO DE CORREÇÃO com transcrição da ata da Assembleia que elegeu oficiais, identificando na mesma se houve o cumprimento do prazo necessário antes do vencimento do mandato dos oficiais; d) Registro na próxima reunião da estatística da Igreja como a transcrição do orçamento e do balancete. Segundo a determinação do PGNB em sua 67ª RO, todas essas determinações deveriam ter sido cumpridas na primeira reunião do Conselho; 3) As atas apresentam inúmeros problemas de supressão de espaço entre palavras, dificultando a leitura das mesmas, o que pode ser observado nas atas 78, 80, 81 e 84, ; 4) Não há destaque em “itálico” no texto para a transcrição da ata 77 feita no corpo da ata 78, como orienta o manual para confecção de atas eletrônicas; 5) Nas atas 77, 82, 83 e 84 há o registro da ausência do Presbítero Manoel Crispim Menezes sem a descrição do motivo; 6) Na ata 78 existem inúmeros espaços em branco o que não atende o que estabelece o Regulamento Geral para Confecção de Atas dos Concílios; 7) Na ata 80 percebemos a preocupação e cuidado com os membros, instalações, preparação para o aniversário da Igreja, e contribuição previdenciária para o Rev. Edson, mas não há qualquer decisão quanto a esses assuntos. O mesmo acontece na ata 82 quando o Conselho aborda os assuntos: série de mensagens, preparação de líderes, famílias ausentes, pequenos grupos, obras, faixa da igreja. Há vários registros sobre preocupação, passos a serem dados, mas nenhum registro de decisão, fazendo com que o registro de ata não permita ao leitor identificar os passos dados pelo Conselho. Na ata 83 a mesma questão acontece, só que nesta ata é transcrita a carta do diácono Maximiano Soares Izidoro com seu pedido de exoneração. Não há qualquer menção de passos dados pelo Conselho quanto ao tema. O assunto só é explicado novamente na ata 84, 3 meses depois do fato ocorrido, quando é mencionada a convocação de uma AGE para exoneração de dois oficiais. Na ata 84, o Conselho fala sobre a necessidade de eleger um presidente da Junta Diaconal, necessidade de escala de professores, mas nenhuma decisão é tomada. Todos esses registros contrariam a determinação do Regulamento Geral para Confecção de atas dos Concílios, que no Item II, sobre o conteúdo das atas, art. 6º diz que deve constar no livro de atas do Conselho “o registro de todas as resoluções tomadas pelo Conselho, não se devendo referir meras sugestões e propostas não aprovadas, exceto se o proponente assim o requerer e isto lhe for concedido”; 8) Na ata 84 é agendada para 23/09 uma AGO por conta do vencimento do mandato do Diácono Jones Ferreira, contudo, o termo correto é AGE. Além disso, não há qualquer informação quanto ao prazo de vencimento do mandato de forma a atender o Art. 54 da CI/IPB, parágrafo 1º, que determina a realização de eleições três meses antes do vencimento do mandato. DETERMINAÇÕES: 1) O imediato cumprimento das determinações do PGNB em sua 67ª RO, a saber: a) Registro de aprovação das atas 73,74 e 75; b) Registro dos dados referentes a recepção do irmão Josivan; c) Registro de AUTO DE CORREÇÃO com transcrição da ata da Assembleia que elegeu oficiais, identificando na mesma se houve o cumprimento do prazo necessário antes do vencimento do mandato dos oficiais; d) Registro na próxima reunião da estatística da Igreja como a transcrição do orçamento e do balancete. Segundo a determinação do PGNB em sua 67ª RO, todas essas determinações deveriam ter sido cumpridas na primeira reunião do Conselho; 2) Que na primeira reunião do Conselho seja transcrito o relatório pastoral referente ao ano de 2018; 3) Que na primeira reunião do Conselho seja registrado o relatório do Exame de Contas referente ao ano de 2018; 4) Que o Conselho realize o mais breve possível a análise dos livros das Sociedades Internas, fazendo o devido registro no livro do Conselho. Sala das Sessões, 14 de Dezembro de 2018.

 

010/2018 - Livro de Atas da IP Mananciais
Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) Que o Conselho enviou as atas referentes ao primeiro semestre, no prazo estabelecido, como determinou o PGNB, em sua RE realizada em 10/03/2018 e também as atas referentes ao segundo semestre, atendendo ao estabelecido na convocação enviada pela CE/PGNB; 2) A Análise por parte do Conselho das observações feitas pelo PGNB na 67ª RO; 3) O registro de um expressivo crescimento por meio da recepção de novos membros; 4) A ampliação dos trabalhos desenvolvidos na rotina da Igreja, como o início do culto matutino e a perspectiva de implantação de Pequenos Grupos para o ano de 2019; 5) O zelo do Conselho com as constantes melhorias nas instalações da Igreja; 6) A preocupação pastoral do Conselho em realizar entrevista para recepção de membro com a senhora Rita Cesário de Oliveira em sua residência devida a sua dificuldade de locomoção;  

OBSERVAÇÕES: 1) Na ata 18 o Conselho realiza o exame de 21 pessoas ao todo, mas não há o descritivo quanto ao que se refere cada exame, e a forma de recepção de cada um, se o exame foi para recepção de membros; 2) Na ata 19 o Conselho registra o nome de várias pessoas sem o registro de seus sobrenomes. O mesmo acontece na ata 21 ao citar o nome do Sr. Mário; 3) Não há o registro do número de rol de membros dos irmãos recebidos nas atas 20, 21, 22; 4) Na ata 20 e 21 o registro de recepção de membros por batismo e profissão de fé é feito a partir da ata do Conselho e não do relatório pastoral; 5) Na ata 22 o Conselho faz a eleição da nova mesa, mas o registro é insuficiente, limitando-se a registrar “sendo reeleita a atual mesa”, não havendo a descrição dos cargos e nem os dados dos mesmos, como exigido pelas leis de nosso país; 6) Não há transcrição em ata da Estatística da Igreja, do Balancete de 2018 e nem do orçamento da Igreja para o ano de 2019, como determina o Regulamento geral para confecção de atas dos Concílios; 7) Na ata 25 consta o registro da aprovação do relatório da comissão de exame de contas, mas não consta o período a que se refere; 8) Não foram cumpridas as seguintes determinações do PGNB em sua 67ª RO, a saber: a) Fazer AUTO DE CORREÇÃO na próxima reunião do Conselho informando o número do rol de membros aos que foram recebidos em 2017; b) Registrar na próxima reunião do Conselho a data de organização da UPA; c) Transcrever a Previsão Orçamentária na próxima reunião do Conselho, assim como a estatística da Igreja conforme Regulamento Geral para confecção de atas; d) Considerando que o casal Guaraci e Juliana seja realmente divorciado, orientar ao Conselho que os acompanhe a fim de que se casem, registrando em Ata os passos dados nesse sentido, e que nas próximas situações não recebam membros nestas condições; 9) Não há registro do exame dos livros das Sociedades Internas; 10) Na ata 17 foi convocada a AGE para eleição de oficiais no dia 25/03 e a instalação foi previamente agendada para 01/04. A ata da AGE foi transcrita na ata 19, de 13/05, contudo, não há o registro da ata de ordenação e instalação dos oficiais eleitos. DETERMINAÇÕES: 1) Que o Conselho, em sua primeira reunião, faça um ACRÉSCIMO, como estipula o Regulamento geral para confecção de atas dos Concílios, informando o motivo do exame de cada pessoa citada na ata 18. 2) Que, na primeira reunião do Conselho registre o número de rol de membros de todos os membros recebidos no ano de 2018, informando também a forma de recepção de cada um deles conforme observações anteriores; 3) Que o Conselho registre em sua primeira ata do ano a Estatística da Igreja, do Balancete de 2018 e o orçamento da Igreja para o ano de 2019; 4) O imediato cumprimento das determinações do PGNB em sua 67ª RO, a saber: a) Registrar na próxima reunião do Conselho informando o número do rol de membros aos que foram recebidos em 2017; b) Registrar na próxima reunião do Conselho a data de organização da UPA; c) Registrar os passos dados pelo Conselho no tratamento dado ao casal Guaraci e Juliana, recebidos em 2017 sem estarem devidamente casados; 5) Registrar a qual período do ano é referente o exame das contas registrados na ata; 6) Que o Conselho realize o mais breve possível a análise dos livros das Sociedades Internas, fazendo o devido registro no livro do Conselho; 7) Que o Conselho registre, em sua primeira reunião do ano, a liturgia do culto de ordenação e instalação de oficiais em 01/04/2018 com o devido registro de que os oficiais foram devidamente eleitos, ordenados e instalados. Sala das Sessões, 14 de Dezembro de 2018

011/2018 - Livro de Atas da IP Manguinhos
Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) Que o Conselho enviou as atas referentes ao primeiro semestre, no prazo estabelecido, como determinou o PGNB, em sua RE realizada em 10/03/2018 e também as atas referentes ao segundo semestre, atendendo ao estabelecido na convocação enviada pela CE/PGNB; 2) Que o Conselho recebeu e atendeu, em parte, as determinações do PGNB em sua 67ª RO; 3) A campanha de 40 dias de jejum e oração estabelecida pelo Conselho; 4) Os preparativos para a comemoração dos 50 anos da Igreja. OBSERVAÇÕES: 1) Não há registro de aprovação da ata 517; 2) Não há o registro de cumprimento da determinação do PGNB quanto a transcrição das atas 508 a 513 com o intuito de corrigir as informações nelas contidas; 3) Na ata 514 o Conselho recebe o pastor Sidney Pereira de Abreu como pastor colaborador da Igreja. O uso inadequado do termo pastor colaborador, uma vez que não existe esse tipo de designação. Não há nenhum registro de correspondência ao PGNB sobre o fato, uma vez que este não é ministro arrolado no PGNB, e nem mesmo pastor da IPB. Tal atitude fere o que preceitua o Art. 88 da CI/IPB em sua alínea “a” ao dizer que é função privativa do Presbitério a admissão de pastores e a designação de onde eles devem trabalhar; 4) Na ata 515 a jovem Fabiana Lopes é desligada do rol sem a menção de nenhuma justificativa para o fato; 5) Há o registro de exame com vistas a profissão de fé de alguns irmãos, assim como o batismo de duas crianças, contudo, não há o registro completo das informações referentes a cada um, nem o número de rol que receberam; 6) A ata 516 está repleta de tracejados desnecessários, gerando várias páginas de ata; 7) Na ata 517 o Conselho elege a sua mesa, mas a informação registrada é que isso aconteceu para o ano de 2018, quando o correto seria 2019; 8) Não há registro de aprovação do livro de atas das Sociedades Internas. DETERMINAÇÕES: 1) Que o Conselho, em sua primeira reunião, aprove a ata 517; 2) Que o Conselho traga esclarecimentos ao PGNB por meio de sua CE sobre a situação do Pastor Sidney com vistas a verificar as possíveis soluções para este caso;  3) Que o Conselho registre em sua primeira ata, o motivo para a baixa do rol da irmã Fabiana Lopes; 4) Que na primeira ata do Conselho sejam registrados todos os dados dos irmãos recebidos durante o ano de 2018 acompanhados do respectivo número de rol de membros; 5) Que o exame do livro das Sociedades Internas e Junta Diaconal seja realizado e registrado em ata. Sala das Sessões, 14 de Dezembro de 2018.

 

012/2018 - Livro de Atas da IP Maracanã
Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) Que o Conselho enviou as atas referentes ao primeiro semestre, no prazo estabelecido, como determinou o PGNB, em sua RE realizada em 10/03/2018 e também as atas referentes ao segundo semestre, atendendo ao estabelecido na convocação enviada pela CE/PGNB; 2) Que o Conselho registrou em sua ata o atendimento às determinações do PGNB em sua última 67ª RO; 3) O constante apoio da Igreja ao PGNB, Missão na Cidade e a varias organizações com a cessão de suas dependências; 4) A criação de uma excelente agenda de trabalho para o ano de 2018 já com registro na primeira ata do ano; 5) O pastoreio dos membros da Igreja pelos presbíteros, conforme registro na ata 43; 6) A preocupação e zelo do Conselho ao preparar os membros para a AGE para eleição de oficiais; 7) O apoio da Igreja a projetos missionários, inclusive com o envio de recursos financeiros; 8) O apoio da Igreja à IP Vieira Fazenda em ações evangelísticas; 9) O tratamento pastoral dado pelo Conselho ao irmão Marcello de Souza Leite Ferreira Belo, conforme registro na ata 46; 10) A demonstração de carinho e cuidado do Conselho com o seminarista Arthur. OBSERVAÇÕES:1) Na recepção de membros por jurisdição a pedido, conforme registro nas atas 47, 48, 49 não são incluídos os dados de cada pessoa como determina o Regulamento geral para confecção de atas dos Concílios. Algo semelhante acontece na ata 50 quando registro do relatório pastoral e a menção de um batismo infantil sem a apresentação dos dados da criança, e na ata 52 quando da profissão de fé e batismo infantil de outras pessoas; 2) Na recepção por carta de transferência da irmã Monique de Moraes não há menção de sua comunidade de origem; 3) Na transcrição da ata da AGE na ata 52 não há registro de presenças para qualificação do quórum; 4) Não há registro de aprovação do livro de atas da Junta Diaconal; 5) Não há o registro de relatório da Comissão de Exame de Contas; 6) Não há registro de relatório pastoral do Rev. Alexander; 7) A última página da ata 57 tem o número 124 contrariando o termo de abertura e encerramento que diz que o livro tem 100 páginas. DETERMINAÇÕES: 1) Que na primeira reunião do ano sejam transcritos os dados completos dos irmãos recebidos em 2018; 2) Que seja registrado o relatório do Exame de Contas referente ao ano de 2018; 3) Que o Conselho realize e registre o exame do livro de atas da Junta Diaconal; 4) Que seja registrado na primeira ata do Conselho o relatório pastoral do Rev. Alexander referente ao ano de 2018; 5) Que o Conselho encerre o presente livro de atas e abra um novo livro para as próximas atas.  Sala das Sessões, 14 de Dezembro de 2018.

 

013/2018 - Livro de Atas da IP Maria da Graça
Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) Que o Conselho enviou as atas referentes ao primeiro semestre, no prazo estabelecido, como determinou o PGNB, em sua RE realizada em 10/03/2018 e também as atas referentes ao segundo semestre, atendendo ao estabelecido na convocação enviada pela CE/PGNB; 2) A Análise por parte do Conselho das observações feitas pelo PGNB na 67ª RO e a diligência em cumpri-las; 3) O cuidado e sempre pronto atendimento do Conselho às mais diversas solicitações, como cessão de espaço, melhorias no prédio, compra de equipamentos e venda de equipamentos não mais utilizados pela Igreja; 4) A disposição do Conselho no cumprimento do MANDATO SOCIAL através da criação do espaço Betesda e das atividades que lá acontecem, como o atendimento odontológico, consultório médico e aulas de música; 5) O cuidado com a preservação da história da Igreja por meio da criação de um Museu Histórico da IPMG; 6) A preocupação do Conselho em auxiliar os membros que estão em situação difícil por meio de uma casa de socorro; 7) A criação de um ministério de surdos; 8) O apoio do Conselho na plantação da Igreja Presbiteriana Carioca. OBSERVAÇÕES: 1) Na ata 1027 o Conselho transcreve a AGE de eleição de oficiais e marca para 03/06 e 02/09 a instalação dos oficiais eleitos, contudo, não foram registradas as atas com os respectivos cultos públicos de instalação de oficiais; 2) Não há registro de relatórios pastorais do Rev. Rafael Soares, e o registro do relatório de ministro do Rev. Josias Ramos na última ata do ano não atende ao que estabelece o Regulamento geral para confecção de atas dos Concílios em seu Cap. II, Art. 5º; 3) O registro de arrolamento de membros por batismo ou profissão de fé e batismo nas atas 1030 e 1033, deveriam ser feitos a partir do relatório pastoral, e não como parte da atividade do Conselho, como estabelece o Regulamento geral para confecção de atas dos Concílios, no seu Art 5º, alíneas “b” e “c”. Além disso, não há a informação da data de recebimento dos referidos irmãos; 4) Quanto a leitura e aprovação das atas: a) Na ata 1034 não há justificativa para a não aprovação da ata 1033, que só acontecerá na ata 1036; b) Na ata 1035 não há justificativa para a não aprovação das atas 1033 e 1034, que só acontecerá na ata 1036 e 1037; c) Na ata 1036 há a aprovação da ata 1033, mas nenhuma justificativa quanto a não aprovação das atas 1034 e 1035; d) Na ata 1037 há a aprovação da ata 1034, mas nenhuma justificativa quanto a não aprovação das atas 1035 e 1036; 5) Não há registros que comprovem a realização do exame das contas da tesouraria tanto para os anos de 2017 como 2018, mesmo com a ação tomada pelo Conselho na ata 1025 de montar uma força tarefa para isso; 6) Não há o registro do balancete do ano anterior e nem do orçamento aprovado para o próximo ano como determina o Regulamento geral para confecção de atas dos Concílios; 7) Não há registro de análise dos livros das Sociedades Internas; 8) Não há o registro de aprovação da ata 1038. DETERMINAÇÕES: 1) Que o Conselho registre em sua primeira reunião a liturgia completa dos cultos de instalação de oficiais acontecidos em 03/06 e 02/09, conforme registro na ata 1027, assim como o registro do fiel cumprimento dos Princípios de Liturgia em seus artigos 26 a 30; 2) Registrar, na primeira reunião do Conselho, o relatório do Rev. Rafael Soares, referente ao ano de 2018; 3) Registrar, na primeira ata do Conselho, a data de recepção dos irmãos mencionados nas atas 1030 e 1033; 4) Registrar o exame das contas da Tesouraria referente ao ano de 2017, como determinado na 67ª RO, assim como o exame das contas da tesouraria referente ao ano de 2018; 5) Que o Conselho realize a análise dos livros das Sociedades internas; 6) Que seja registrado na primeira ata do Conselho o Balancete de 2018 assim como a previsão orçamentária para 2019; 7) Que a ata 1038 seja lida e aprovada na primeira reunião do Conselho. Sala das Sessões, 15 de Dezembro de 2018.

 

014/2018 - Livro de Atas da IP Méier
Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) O envio das atas do Conselho referentes ao segundo semestre, atendendo ao que fora estabelecido na convocação enviada pela CE/PGNB; 2) A Análise por parte do Conselho das observações feitas pelo PGNB na 67ª RO e o pronto atendimento às determinações ali feitas; 3) O apoio do Conselho a diversas frentes missionárias, como a Missão Caiuá, conforme registro na ata 667, inclusive com o envio de recursos financeiros e diversos materiais; 4) O zelo do Conselho ao organizar o quadro de vencimento de mandato dos oficiais, conforme registro na ata 667; 5) A atualização do rol de membros, conforme registro na ata 668; 6) A preocupação do Conselho com a melhora do serviço de escrituração contábil da Igreja com a tomada de várias ações, conforme registro na ata 669; 7) O apoio da Igreja ao Seminário Presbiteriano Rev. Ashbel Green Simonton com a cessão das dependências; 8) A criação de um site para a Igreja; 9) O cuidado do Conselho com seu pastor ao custear o plano de saúde para toda a sua família; 10) A preocupação do Conselho com a revisão do material de Escola Dominical. OBSERVAÇÕES: 1) O Conselho não enviou as atas referentes ao primeiro semestre, no prazo estabelecido, como determinou o PGNB, em sua RE realizada em 10/03/2018; 2) Não há o registro de leitura e aprovação da ata 671; 3) Só há o registro de um relatório pastoral; 3) Não há o registro de entrega de exames de conta da Tesouraria referente ao ano de 2018; 4) Não há o registro de análise dos Livros das Sociedades Internas; 5) Na ata 671 há a convocação de AGE para eleição de oficiais no dia 05/08, contudo: a) a data agendada é posterior ao vencimento do mandato dos oficiais, uma vez que os oficiais registrados em ata venciam os mandatos em 20/07 e 04/08; b) não há transcrição da ata da referida AGE; c) Não há o registro de ata que demonstre a ordenação e instalação dos oficiais possivelmente eleitos; 6) Na ata 666 há o registro de recebimento da irmã Alberina José de Oliveira Ferreira sem a descrição da forma de recepção; 7) Nas atas 667 e 677 existem vários espaços em branco no quadro de oficiais. Na ata 677 há linhas de ata não preenchidas completamente; 8) Na ata 668, de 05/03, o Conselho suspende a reunião às 13h43min e retoma a reunião no dia 05/03 às 20h10min mudando o quadro de presbíteros presentes. O mesmo acontece na ata 672, que foi nomeada de ata 372, pois a reunião realizada em 30/06 é suspensa sem a informação da hora de encerramento e retomada no dia 02/07 às 19h30min. 9) Não há registro de ausências na 668, mesmo estando o Presbítero Sérgio Nascimento ausente; 10) Na ata 671, durante o tratamento de uma questão relacionada ao pastor, o registro em ata demonstra que a presidência da reunião passa a um presbítero, todavia, tal registro é um equívoco, uma vez que a presidência do Conselho só pode acontecer por um ministro, como determina o Art. 78 e seus parágrafos; 11) A ata 672 apresenta numeração errada, sendo registrada como “372”; 12) A existência de duas atas 675, uma datada de 27/08 e a outra de 15/09; 13) O arrolamento de membros registrado na ata 675 de 27/08 destaca a recepção de 6 pessoas por transferência e uma por profissão de fé, mas todas estão descritas no relatório apresentado pelo Rev. Ivo. As que foram recebidas por transferência deveriam ter sido arroladas quando da reunião do Conselho que tratou do tema; 14) O uso do termo “pastor presidente” na ata 676 não tem base na CI/IPB; 15) O quadro de oficiais apresentado na ata 677 apresenta conflito de informações entre a data de instalação e a data de realização da AGE em 2018. DETERMINAÇÕES: 1) Que na primeira reunião do Conselho seja transcrito o relatório pastoral referente ao ano de 2018; 2) Que na primeira reunião do Conselho seja registrado o relatório do Exame de Contas referente ao ano de 2018; 3) Que o Conselho realize o mais breve possível a análise dos livros das Sociedades Internas, fazendo o devido registro no livro do Conselho; 4) Que o Conselho registre em sua primeira ata um AUTO DE CORREÇÃO com a descrição da forma de recepção da irmã Alberinda, ata 666; 5) Que seja feito AUTO DE CORREÇÃO para acertar a numeração das atas 672 e 675; 6) Que seja inserido na primeira ata do Conselho um novo quadro com os oficiais com mandato vigente corrigindo as datas de ordenação e instalação como observado acima. Sala das Sessões, 14 de Dezembro de 2018.

 

015/2018 - Livro de Atas da IP Piedade
Relatório da Comissão de Exame de Livros de Atas. Quanto ao documento 16, Livro de Atas da IP Piedade, o PGNB examinou as atas 1006 a 1015, conforme segue abaixo: Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) O envio das atas do Conselho referentes ao segundo semestre, atendendo ao que fora estabelecido na convocação enviada pela CE/PGNB; 2) A Análise por parte do Conselho das observações feitas pelo PGNB na 67ª RO e o atendimento ao que ali fora observado; 3) A busca por parcerias para continuidade do Espaço Crer-Ser e a preocupação do Conselho em trazer comunicação a todos os envolvidos, conforme registro nas atas 1009, 1011, 1013; 4) O zelo e cuidado no processo de formação de oficiais, fazendo entrevistas prévias com todos os candidatos ao diaconato e estabelecendo em ata os compromissos que foram assumidos com todos eles; 5) A visão de crescimento do Reino de Deus por parte do Conselho ao fazer parte de um movimento organizado pelo CTPI (Centro de Treinamento para Plantadores de Igrejas) para plantação de novas Igrejas; 6) O investimento do Conselho ao pagar a Previdência Privada para seu pastor. OBSERVAÇÕES: 1) O Conselho não enviou as atas referentes ao primeiro semestre, no prazo estabelecido, como determinou o PGNB, em sua RE realizada em 10/03/2018; 2) Em todas as atas encontra-se o registro da presença de dois presbíteros, mas para o leitor, não é possível saber se o Conselho é composto apenas de 2 ou mais presbíteros, necessitando ser incluída a expressão: “estando todos os presbíteros presentes”, como é praticado por todos os outros Conselhos deste Concílio; 3) Não há destaque em “itálico” no texto para a transcrição do relatório pastoral, como orienta o manual para confecção de atas eletrônicas; 4) Não há informação sobre a comunidade de origem das pessoas recebidas por transferência, conforme registro nas atas 1006, 1008, 1011; 5) O registro de arrolamento de membros por batismo ou profissão de fé e batismo, é feito como parte da atividade do Conselho, antes dos eventos terem ocorrido de fato. Tais arrolamentos só deveriam ser feitos a partir do relatório pastoral, depois da ocorrência dos fatos, como estabelece o Regulamento geral para confecção de atas dos Concílios, no seu Art 5º, alíneas “b” e “c”. Esses registros são feitos nas atas 1006, 1008; 6) Na ata 1007, de 20/05, após a transcrição da AGE, o Conselho registra a data de 27/04 como data de ordenação e investidura do irmão Gláucio Pereira Muniz ao presbiterato. A real data de ordenação e instalação não pode ser conferida uma vez que também não há o registro da ata do culto público como determina os Princípios de Liturgia, capítulo XII, Art. 26 a 30; 7) Na ata 1010 não há registro de oração no início do funcionamento do Tribunal; 9) O uso de tabela na ata 1015 não atende o que estabelece o Regulamento Geral para Confecção de Atas dos Concílios, uma vez que existem inúmeros espaços em branco; 10) Na ata 1015 está registrado o exame dos livros das “Junta Diagonal”, quando deveria ser “Junta Diaconal”. 11) Não há o registro da estatística da Igreja como determina o Regulamento geral para confecção de atas dos Concílios; 12) Na ata 1014 não consta o motivo da não aprovação da ata 1013, sendo esta aprovada conforme registro feito na ata 1015; 13) Em nenhuma das atas apresentas há a descrição do número da ata na nota de rodapé, como estabelece o Manual para confecção de atas eletrônicas. DETERMINAÇÕES: 1) Que, em sua primeira reunião, o Conselho transcreva todos os dados referentes à reunião pública do Conselho realizada para ordenação e instalação do irmão Gláucio Pereira Muniz ao presbiterato, informando assim a data de início de seu mandato; 2) Registrar a baixa do rol da irmã Maria José Vasconcelos, conforme registro na ata 1010. Sala das Sessões, 13 de Dezembro de 2018.

 

016/2018 -  Livro de Atas da IP Riachuelo
Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) Que o Conselho enviou as atas referentes ao primeiro semestre, no prazo estabelecido, como determinou o PGNB, em sua RE realizada em 10/03/2018 e também as atas referentes ao segundo semestre, atendendo ao estabelecido na convocação enviada pela CE/PGNB; 2) A Análise por parte do Conselho das observações feitas pelo PGNB na 67ª RO; 3) A aprovação de um projeto ministerial com o objetivo de amadurecer, edificar, unificar e conduzir os membros da Igreja; 4) O auxílio financeiro prestado pela Igreja a irmãos que atravessaram dificuldade financeira; 5) A pronta cessão das dependências da Igreja para várias solicitações, tanto internas quanto externas; 6) O auxílio financeiro dedicado ao Seminarista Orivaldo Júlio de Oliveira; 7) O interesse do Conselho em revitalizar a Congregação Camarista Méier, inclusive buscando auxílio da Agência Missionária do PGNB; 8) A grande quantidade de reuniões realizadas, 26 ao todo, e o enorme quantitativo de assuntos tratados pelo Conselho; 9) O cuidado do Conselho com o patrimônio da Igreja, realizando constantes reformas e reparos; 10) A realização de vigílias de oração todo primeiro sábado de cada mês das 8h às 17h com início em Agosto de 2018; 11) O apoio financeiro a várias ações missionárias. OBSERVAÇÕES: 1) Nas atas do Conselho não há o registro de que estão todos os presbíteros presentes ou se não há ausências, impossibilitando a conferência do quórum para a reunião; 2) O registro do relatório de ministro do Rev. Diego na penúltima ata do ano não atende ao que estabelece o Regulamento geral para confecção de atas dos Concílios em seu Cap. II, Art. 5º; 3) Não há registro de análise dos livros das Sociedades Internas; 4) O uso de tabela na ata 1835 não atende o que estabelece o Regulamento Geral para Confecção de Atas dos Concílios, uma vez que existem inúmeros espaços em branco; 5) Não há o registro da estatística da Igreja e do balancete do ano anterior como determina o Regulamento geral para confecção de atas dos Concílios; 6) A entrega do relatório da Comissão de Exame de contas conforme registro na ata 1836 não atende ao estabelecido na CI/IPB com relação a ser uma análise trimestral. DETERMINAÇÕES: 1) Que o Conselho realize o mais breve possível a análise dos livros das Sociedades Internas, fazendo o devido registro no livro do Conselho; 2) Que na primeira reunião do Conselho, seja registrada a estatística da Igreja e o balancete referente ao ano de 2018. Sala das Sessões, 15 de Dezembro de 2018.

 

017/2018 - Livro de Atas da IP Thomaz Coelho
Relatório da Comissão de Exame de Livros de Atas. Quanto ao documento 18, Livro de Atas da IP Thomaz Coelho, o PGNB examinou as atas  1179 a 1191 , conforme transcrição abaixo: Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) Que o Conselho enviou as atas referentes ao primeiro semestre, no prazo estabelecido, como determinou o PGNB, em sua RE realizada em 10/03/2018, e também as atas referentes ao segundo semestre, atendendo ao estabelecido na convocação enviada pela CE/PGNB; 2) A Análise por parte do Conselho das observações feitas pelo PGNB na 67ª RO e o atendimento as mesmas; 3) O zelo com o patrimônio e a ordem na Igreja com a atualização do Regulamento para Uso das Dependências da Igreja, ata 1179; 4) O zelo no cuidado com o rebanho com a criação de uma planilha para acompanhamento espiritual das famílias da igreja, atividade realizada pelos presbíteros e pastores; 5) A preocupação com os irmãos que encontram-se afastados da igreja, enviando mensagens para  esses através do whatsapp, bem como tomando a decisão adequada de acordo com a resposta desses irmãos; 6) O zelo pastoral no cuidado com uma irmã proporcionando soluções para que impedida por problemas conjugais, sendo resolvido, tornar-se membro da igreja; 7) O cuidado com seu pastor no momento de enfermidade na família. OBSERVAÇÕES: 1) Não há leitura e aprovação das atas 1179, 1180 e 1183, sendo justificada somente a ata 1179; 2) Na ata 1179, há citação do IPPC sem a descrição do nome completo da instituição. Também há a citação da sigla JMC sem a citação do seu significado; 3) Nas atas 1181, 1182 nas notas de rodapé descreve o término da reunião como sendo da ata 1180; 5) Não há registro do Relatório da Comissão de Exame de Contas. DETERMINAÇÕES: 1) Que o Conselho registre em sua primeira reunião a leitura e aprovação das atas mencionadas acima; 2) Que o Conselho registre em sua primeira reunião o significado das siglas IPPC e JMC;  3) Que o Conselho registre o exame e aprovação das contas referentes ao ano de 2018.  Sala das Sessões, 13 de Dezembro de 2018.

 

018/2018 - Livro de Atas da IP Vieira Fazenda
Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) Que o Conselho enviou as atas referentes ao primeiro semestre, no prazo estabelecido, como determinou o PGNB, em sua RE realizada em 10/03/2018, e também as atas referentes ao segundo semestre, atendendo ao estabelecido na convocação enviada pela CE/PGNB; 2) A Análise por parte do Conselho das observações feitas pelo PGNB na 67ª RO; 3) A prontidão do Conselho em entender a necessidade de revitalização da comunidade e em destacar já em sua primeira reunião pós 67ª RO/PGNB algumas ações que visam a revitalização da igreja, como a parceria com a IP Maracanã e o foco no trabalho com crianças, conforme registro na ata 333; 4) Que o Conselho fez reuniões com membros da IP Maracanã, participou do Treinamento de Revitalização proposto pelo PGNB e também no Treinamento em Planejamento Estratégico, conforme registro na ata 334; 5) A realização da atividade de evangelização de crianças conforme planejamento do Conselho, com a presença de vários irmãos da IP Maracanã; 6) A eficiência e zelo da Comissão de Exame de Contas na apresentação dos relatórios conforme registro nas atas 334, 335, 336, 337, atendendo fielmente os tempos estabelecidos pela CI/IPB; 7) O cuidado do Conselho ao realizar uma de suas reuniões na residência do Presb. Herdílio, levando em consideração um período de enfermidade do irmão, conforme registro na ata 336; 8) O registro de relatório pastoral em todas as atas do Conselho; 9) A intenção do Conselho em enviar um projeto de revitalização ao PGNB atendendo a determinação da 67ª RO/PGNB.  OBSERVAÇÕES: 1) Nas atas do Conselho não há o registro de que estão todos os presbíteros presentes ou se não há ausências, impossibilitando a conferência do quórum para a reunião; 2) Não há destaque em “itálico” no texto para a transcrição do relatório pastoral assim transcrito nas atas 333, 334, 335, 336, 337, como orienta o manual para confecção de atas eletrônicas; 3) Na ata 335 registra-se a recepção da irmã Maria Aliciadora Monteiro da Igreja Batista de Benfica, mas não há o registro dos dados da referida irmã e nem o número no rol de membros nesta ata, como determina o Regulamento Geral para Confecção de Atas dos Concílios. O registro é feito na ata 336, só que na transcrição do relatório pastoral. Contudo, a recepção por jurisdição a pedido não é ato pastoral; 4) Na ata 337 há o registro de convocação de AGE para eleição de um Presbítero e um Diácono, por conta do vencimento dos mandatos destes. Contudo, a AGE foi marcada para 10/02/2019, e o mandato dos irmãos vence em 23/02/2019, ferindo assim o que determina o Art. 54, parágrafo 1º, que determina a realização de eleições três meses antes do vencimento do mandato; 5) O uso de tabela na ata 337 não atende o que estabelece o Regulamento Geral para Confecção de Atas dos Concílios, uma vez que existem inúmeros espaços em branco; 6) Não há o registro da análise dos livros das Sociedades Internas.  DETERMINAÇÃO: 1) Que o Conselho realize o mais breve possível a análise dos livros das Sociedades Internas, fazendo o devido registro no livro do Conselho. Sala das Sessões, 15 de Dezembro de 2018.

 

019/2018 - Livro de Atas da Congregação Presbiterial Abolição
Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) Que a Mesa Administrativa enviou as atas referentes ao primeiro semestre, no prazo estabelecido, como determinou o PGNB, em sua RE realizada em 10/03/2018 e também as atas referentes ao segundo semestre, atendendo ao estabelecido na convocação enviada pela CE/PGNB; 2) O crescimento da Congregação, com registro frequente de recepção de membros, fato este que também é observado pela própria Mesa Administrativa na ata 63; 3) O desenvolvimento de um excelente trabalho de discipulado, fato este que pode ser comprovado com o registro na ata 60, onde quase 90% dos membros estão ativamente envolvidos em algum ministério ou discipulado de alguém; 4) Um crescente trabalho de evangelização do bairro, com bom retorno inclusive da vizinhança, gerando positiva repercussão pessoal e nas redes sociais, conforme registro nas atas 59, 60 e 63; 5) O engajamento missionário da Congregação com a participação e apoio a vários projetos missionários, inclusive com apoio financeiro ao Rev. Walter Pereira Pinheiro, pastor deste Concílio, que está atuando como missionário na Espanha; 6) O estabelecimento do tema “Missões” no mês de Agosto com a presença de vários missionários experientes para compartilhamento do tema; 7) O envolvimento intencional da Congregação com a vizinhança através da limpeza das calçadas, buscando um relacionamento com as pessoas. OBSERVAÇÕES: 1) Em todas as atas o registro do nome da Congregação está errado, constando “Congregação Presbiteral”, e não, “Congregação Presbiterial”, como deveria ser; 2) O registro de arrolamento de membros por batismo ou profissão de fé e batismo, é feito como parte da atividade da Mesa Administrativa, antes dos eventos terem ocorrido de fato. Tais arrolamentos só deveriam ser feitos a partir do relatório pastoral, depois da ocorrência dos fatos, como estabelece o Regulamento geral para confecção de atas dos Concílios, no seu Art 5º, alíneas “b” e “c”. Esses registros são feitos nas atas 54, 56, 58, 62, 63; 3) Na ata 58 consta a aprovação da “candidata ao batismo”, quando o registro correto deveria ser “candidato”, pois trata-se do irmão Deyvison Matos Lopes; 4) Na ata 59 há o registro da presença a convite do irmão Daniel Rodrigues de Castro. Contudo, não há qualquer explicação para a sua participação na reunião. Ainda nesta ata, há o registro de alteração do nome do primeiro secretário, saindo o irmão Leonardo Ornellas Lourenço da Silva e entrando o irmão Daniel Rodrigues de Castro. A substituição do secretário da Mesa Administrativa não segue nenhum rito ou processo de eleição, apenas uma alteração, não explicando os motivos da vacância do antigo secretário ou a forma como o preenchimento da vaga foi feito, sendo esta, inclusive, a primeira ausência registrada, sem justificativa, do primeiro secretário da Mesa Administrativa; 5) A existência de duas atas de número 63, uma datada de 25/11 e a outra datada de 07/12; 6) Há erros nas notas de rodapé das seguintes atas: a) ata 60 os registros de presença e ausência são relativos à ata 59; b) No rodapé das atas 61, 62, 63 (25/11) e 63 (07/12) o nome de Daniel Moreira de Souza consta na lista de presentes e ausentes;7) Na ata 63 de 07/12 há a nomeação de um membro da Mesa Administrativa como membro do Exame de Contas, o que não parece ser prudente e um ato que pode ser futuramente questionado, uma vez que aqueles que têm o direito de autorizar gastos estariam nas funções de questionar e auditar os gastos realizados; 8) O uso de tabela na ata 64 não atende o que estabelece o Regulamento Geral para Confecção de Atas dos Concílios, uma vez que existem inúmeros espaços em branco;   DETERMINAÇÕES: 1) Que na primeira reunião da Mesa Administrativa seja feito um breve relato sobre as razões que levaram a alteração na secretaria da Mesa Administrativa, conforme registro na ata 59; 2) Que na primeira reunião da Mesa Administrativa seja feito um AUTO DE CORREÇÃO, alterando o número da ata 63 de 07/12 para ata 64 de 07/12; 3) Proceder nova nomeação para a comissão de exame de contas, retirando o nome do irmão Daniel Moreira de Souza, e incluindo outro membro que não pertença à Mesa Administrativa da Congregação. Sala das Sessões, 14 de Dezembro de 2018.

 

020/2018 - Livro de Atas da CE do PGNB
Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações e determinações. DESTAQUES: 1) O zelo e a dedicação do secretário de atas na lavratura de todas as decisões e a dedicação do secretário de atas, na lavratura e conservação das atas; 2) A dedicação da CE em iniciar o processo para venda do imóvel de Miracema conforme contrato com o serviço de corretagem transcrito; 3) Cuidado do presidente em fazer pesquisa com o pastores e cadastro dos presbíteros; OBSERVAÇÕES: 1) As atas não estão numeradas; 2) O livro de atas inicia a numeração na página 35 e o anterior termina na página 73; 3) Foram feitas (quatro) 4 alterações no orçamento do PGNB sendo que em duas um membro estava ausente de maneira que não cumpriu o que preceitua art.104 parágrafo único... pelo voto unanimes dos seus membros(não dos presentes); alínea “b” – sempre ad referendum do plenário.; 4) Não houve leitura na primeira  reunião das observações do PGNB; 5) Não há registro de documentos emitido e nem recebido pela CE no decorrer do ano; 6) Não foi enviado o resumo da reunião aos conselhos das igrejas conforme artigo 10 do RI para presbitérios; DETERMINAÇÕES: 1) Numerar as atas obedecendo a sequência do livro 4; 2) Fazer AUTO DE CORREÇÃO corrigindo a numeração das páginas do livro 4. Sala das Sessões, 15 de dezembro de 2018.

 

021/2018 - Livro de Atas da Missão na Cidade
Diante do exame feito, o PGNB faz os seguintes destaques, observações.  DESTAQUES: 1) O zelo e a dedicação do secretário de atas na lavratura de todas as decisões e a dedicação do secretário de atas, na lavratura e conservação das atas; 2) A dedicação da Missão na Cidade em fazer parcerias com as igrejas; 3) Encontro de revitalização realizado na IP Maracanã, planejado e executado pela Missão na Cidade. OBSERVAÇÕES: 1) Na Ata 93 houve alteração no orçamento aprovado pelo PGNB, sem que o concilio fosse comunicado. 2) Ata 94 não houve assinatura do secretário. Sala das Sessões, 15 de dezembro de 2018.

23 e 33 e 41 e 46/2018

23 da IP Vieira Fazenda (Solicitação de Pastor Evangelista). 
33 da IP Benfica (Solicitação de Pastor Evangelista).
41 da IP Thomaz Coelho (Solicitação de Pastor Auxiliar).
46 da IP Maria da Graça (Solicitação de Pastor Auxiliar).
O PGNB resolve: Atender em seus termos.

024 e 035/2018

oriundos, respectivamente, das Igrejas Presbiteriana de Jacarezinho e Higienópolis, referentes as eleições de pastores efetivos rev. Hebenerzer Abreu de Oliveira, para período de 3 anos e rev. Nilson Cardoso Dutra, para o período de 5 anos. O PGNB, conforme art. 88, alínea "h" da CI/IPB, resolve: a) aprovar considerando a legalidade; b) congratular-se com as Igrejas Presbiterianas de Jacarezinho e Higienópolis pelas eleições dos seus pastores; c) rogar as bênçãos divinas sobre as vidas dos ministros; d) dar conhecimento a comissão de finanças e distribuição de trabalhos; e) determinar a secretaria executiva do PGNB  que envie carta para os conselhos das referidas igrejas para que as mesmas sejam lidas em culto público, conforme artigo 38 parágrafo único da PL.
____
Quanto ao documento da comissão de finanças e distribuição do trabalho encaminhado pela Comissão de Legislação e Justiça, referente aos documentos 24 da IP Jacarezinho (eleição de Pastor Efetivo); 35 da IP Higienópolis (eleição de Pastor Efetivo). O PGNB resolve: Designar os referidos ministros como pastores efetivos eleitos.

025/2018

Relatório da Comissão Executiva PGNB, o PGNB examinou e aprovou o relatório da CE/PGNB com os seguintes DESTAQUES: a) A ativa participação nas variadas atividades do nosso presbitério, do Sínodo Guanabara e de outros Sínodos; b) Participação no Supremo Concílio da IPB; c) Cumpriu as determinações oriundas da LXVII RO 2017; d) A ordenação do pastor Robério Pereira Lima; e) A realização de pesquisa entre os pastores do PGNB quanto a situação financeira, férias, FAP, dentre outros benefícios, demonstrando interesse na situação ministerial de cada pastor junto aos Conselhos das igrejas. OBSERVAÇÃO: Com base na pesquisa realizada pela CE, verificou-se que 07 (sete) ministros não recolhem INSS; 04 (quatro) ministros recebem a côngrua abaixo do valor mínimo, 03 (três) ministros não recebem FAP, 13 (treze) ministros não possuem previdência privada, 07 (sete) ministros não possuem plano de saúde, 02 (dois) ministros não estão com suas férias em dia, 06 (seis) ministros não recebem o abono nas férias, 05 (cinco) ministros não recebem gratificação pelo dia do pastor presbiteriano.

04/2018 - Ver Estatísticas

Comissão de Estatística: Observado os documentos recebidos das igrejas, o PGNB a luz dos dados analisados, tece as seguintes considerações: O PGNB possui: 15 igrejas, 2 congregações e 1 congregação Presbiterial; Houve um acréscimo do número de membros comungantes em relação ao ano de 2017 em 88 membros, assim como o acréscimo do número de membros não-comungantes em 27 membros e nas Sociedades Internas houve um decréscimo de 8 sócios em relação a 2017.

026/2018

Relatório da Missão na Cidade, o PGNB examinou e aprovou o relatório com os seguintes DESTAQUES: a) O apoio e o acompanhamento da Missão aos plantadores de igrejas através da disponibilização de um mentor para os mesmos; b) A percepção da necessidade de prorrogação do apoio em relação aos projetos Abolição e Carioca e a manutenção do suporte dado aos trabalhos.

027/2018

Relatório da secretaria presbiterial da Federação de UPH’s. O PGNB resolve: Aprovar o relatório com os seguintes DESTAQUES:
- A dedicação e o esforço do secretário, Rev. Jocimar Goudard da Silveira, em acompanhar o trabalho de perto, estando presente na maior parte dos trabalhos desenvolvidos pela federação.
- Culto de ação de graças pelo Dia do Homem Presbiteriano na IP Maria da Graça no dia 03 de fevereiro;
- Culto de ação de graças pelo aniversário de 63 anos da Federação de UPH na IP Piedade;
- Doação de R$ 100,00 para a festa do INPAR, para a compra de sorvetes;
- Visita realizada pelo presidente e membros da Federação a irmãos que fazem parte da UPH e se encontram enfermos;
- Passeio no dia 12 de outubro no sítio Tigrão, em Guapimirim, com a participação de 84 pessoas;
- Palestra realizada na IP Riachuelo com o tema Diabete e Hipertensão;
- Realização do LVI Congresso da Federação de UPH na IP Higienópolis no dia 24 de novembro;

 

028/2018

Relatório do Tutor Eclesiástico do Candidato Arthur da Silva Pereiro
Considerando:
1. Que o relatório apresentado demonstra um saudável crescimento do candidato com respeito à sua postura pastoral, com o reconhecimento da igreja acerca do seu chamado;
2. Que o candidato apresentou um relatório que demonstra atividades e notas satisfatórias para o desenvolvimento do seu chamado;
3. Que na sua entrevista, o candidato demonstrou sinceridade, piedade, convicção do seu chamado e um coração pastoreável;
O PGNB RESOLVE:
1) Agradecer ao Rev. Hélio Gomes Paulo pelo seu excelente trabalho na tutela do Candidato Arthur, durante o ano de 2018;
2) Encaminhar o Candidato Arthur para cursar o 4° ano no Seminário Teológico Presbiteriano Rev. Ashbel Green Simonton;
3) Designar o Rev. Alexander Assis de Oliveira como Tutor Eclesiástico do Candidato Arthur, para o ano de 2019.
4) Recomendar a igreja pastoreada pelo tutor eclesiástico que auxilie financeiramente o candidato nas suas despesas relacionadas ao transporte e auxílio aos estudos.
5) Baixar à Comissão de Finanças e Distribuição do Trabalho, para revisão da rubrica de apoio aos seminaristas para que se possível seja feito o custeio integral do Seminário.
_____
Quanto ao documento 59 da comissão de finanças e distribuição do trabalho encaminhando pela Comissão de Exame de Candidatos, referente ao exame de relatório de tutores, o PGNB resolve: a) Custear integralmente a mensalidade do Seminário dos candidatos Arthur, Davi e Orivaldo durante o ano de 2019; b) Inserir rubrica de auxílio específico para compra de literatura no valor de R$600,00 anual por seminarista para o ano de 2019. 

 

029 e 053/2018

Quanto aos documentos: 29 da IP Vieira Fazenda e 53 da IP Luz da Alvorada (Solicitação de Pastor Evangelista e Solicitação de Auxílio financeiro), o PGNB resolver: Atender em seus termos.

030/2018

Quanto ao documento: 30 da IP Benfica (Solicitação de Auxílio Financeiro de R$500,00 mensais). Considerando que: a) O Conselho da IP Benfica enviou à LX RO um projeto de revitalização da Igreja, estabelecendo nele um decréscimo na participação do PGNB no envio de auxílio financeiro à Igreja; b) O Conselho da IP Benfica tem acompanhado o projeto de revitalização e que durante os últimos anos o percentual de participação financeira da Igreja vem aumentando e consequentemente diminuindo a participação financeira do Concílio; c) O Conselho enfrentou grande crise financeira neste ano; d) O Conselho não solicitou aumento na contribuição existente, apenas a manutenção do mesmo valor do ano corrente, o PGNB resolve: 1) Atender a solicitação de auxílio financeiro no valor de R$500,00 mensais. 

 

031 e 032/2018

Quanto aos documentos: 31 e 32 da IP Benfica referente a solicitação de parcelamento de verbas não pagas ao PGNB e à Missão na Cidade. Considerando: a) A preocupação do Conselho em saber que a contribuição da Igreja junto ao Presbitério e à Missão na Cidade são de suma importância para manutenção dos trabalhos. O PGNB resolve: a) Atender as solicitações; b) Ampliar o parcelamento para: 44 parcelas para o PGNB e 33 parcelas para a Missão na Cidade. 

034/2018

IP Cascadura (Solicitação de Pastor Efetivo Designado). O PGNB resolve: Designar o Rev. Raphael Gonçalves Farves como pastor efetivo designado da IP Cascadura até 31/12/2023.

036/2018

Relatório da secretaria do trabalho feminino SAF – O PGNB resolve APROVAR o relatório com os seguintes 
DESTAQUES:
-A intensa participação do secretário, Rev Edson Menezes Nascimento, nas atividades desenvolvidas;
-O zelo do secretário ao examinar o livro de atas e o livro da tesouraria.; e) O cuidado e o zelo na confecção detalhada do relatório de atividades;
-O excelente relatório prestado pela presidente, incluindo detalhamento do tema proposto para o ano, atividades realizadas pelas secretarias, reuniões de diretoria e reuniões da executiva, permitindo a percepção do bom andamento do trabalho realizado e demonstrando zelo e cuidado no preparo do documento.
-A participação efetiva das 11 SAFs federadas na maioria dos eventos da federação;
-A campanha de arrecadação de fundos para o Lar Samaritano que chegou a marca de R$960,00, doados na forma de 8 fardos (12 pacotes cada) e mais dois pacotes avulsos de fraldas geriátricas;
-A realização do LXVII congresso na IP Grajaú, com 54 delegadas e 16 visitantes, representando todas as igrejas que tem SAF no PGNB;
-A realização da reunião inspirativa em conjunto com a federação de UCPs na Quinta da Boa Vista;
-Homenagem as esposas de pastores e aos pastores do PGNB na LXVIII Reunião Ordinária do PGNB;
-O foco muito bem claro e estabelecido do trabalho da SAF (“A SAF foi organizada com a finalidade de cultivar o nível espiritual das sócias, com o Estudo da Palavra de Deus por meio de Estudos Bíblicos, auxiliar a igreja e seu pastor no seu ministério, e praticar a beneficência, na ajuda aos necessitados”) e da Federação (Apoiar as SAFs em suas dificuldades no trabalho feminino), dando direção nas atividades das mesmas;
-A reestruturação do trabalho feminino realizado ao longo dos últimos anos no âmbito do presbitério com atividades mais efetivas como as reuniões inspirativas e o desenvolvimento de um aplicativo para tornar a comunicação mais dinâmica, sem abandonar as atividades mais tradicionais como aniversário, chá missionário e tarde de talentos.  
-Enaltecer a boa parceria entre o casal Rev Edson M. Nascimento, como secretário presbiterial e sua esposa, Sônia R. A. Nascimento, como presidente da Federação da SAF pelos últimos anos e registrar um VOTO DE APRECIAÇÃO.
-Louvar a Deus pelo trabalho desenvolvido pela federação de SAF em se adaptar aos novos tempos e alcançar as novas gerações com o trabalho feminino.

037/2018

Relatório da secretaria presbiterial da federação de UPA’s. O PGNB resolve aprovar o relatório com os seguintes DESTAQUES:
-A participação dos secretários presbiteriais, Rev Robério Pereira Lima e Karla Cristina de Oliveira Rosa (IP Grajaú), nas atividades promovidas pela Federação;
-A definição de um tema para conduzir as atividades da Federação ao longo do ano (Para onde iremos) levando os adolescentes a se comprometerem a caminhar com Cristo e se tornarem discípulos Dele;  
-A realização de encontrões e aniversários nas igrejas de IP Maria da Graça e IP Higienópolis.

 

038/2018

Secretaria Presbiterial da Federação de SAFs do PGNB. Considerando: a) Que o PGNB tem zelado pela manutenção de suas federações e o bom desenvolvimento delas; b) Que não cabe ao PGNB cobrir despesas de verba per capta; c) Que esse é um pedido recorrente (2017/2018); d) Que o atendimento repetido pode gerar uma indesejada jurisprudência. O PGNB resolve: a) Não atender o pedido em seus termos; b) Ampliar a verba de 2019 para R$1500,00 para que a FESAF possa ajustar suas contas; c) Solicitar à CE que avalie junto a FESAF e ao Secretário Presbiterial as possíveis soluções para que essa solicitação não se torne habitual. 
 

039/2018

Quanto ao documento: 39 da Congregação Presbiterial da Abolição referente a solicitação financeira de R$1600,00 mensais, o PGNB resolve: atender em seus termos. 

040/2018

Quanto ao Doc. Nº 40, oriundo da Igreja Presbiteriana de Thomaz Coelho: Carta ao SC/IPB – solicitação de revogação da decisão CLXVII da XXXIX RO/SC/IPB o PGNB:
1.Considerando: a. Que a solicitação da Igreja constante do referido documento, é um desejo das demais igrejas deste Concílio que, a exemplo da IP Thomaz Coelho também anseiam pela revogação da contestada decisão; b. Que os argumentos constantes do Doc. 40 da referida Igreja, foram no seu todo adotados por este Concílio, por sua coerência e exatidão ao historiar o caminhar da contestada decisão do SC/2018: 
O PGNB RESOLVE:
Solicitar ao SGB que encaminhe a presente solicitação à CE-SC/IPB que suspenda a execução da decisão CLXVII da XXXIX RO/SC/IPB, de acordo com o art. 104 da CI/IPB, sua alínea “b” e seu parágrafo único, para que aquela CE encaminhe ao SC/IPB em sua próxima RO a solicitação de revogação daquela decisão.

 

042/2018

Quanto ao Doc. Nº 42, oriundo da Igreja Presbiteriana de Thomaz Coelho: informando a adoção de nova sistemática de envio de contribuição ao SC, a partir de 2019, o   PGNB:
1.Considerando:
a.Que a solicitação da Igreja Presbiteriana de Thomaz Coelho, de mudança no percentual de envio ao SC, encaminhada por este Presbitério e pelo SGB ao SC/2018, não foi atendida, demonstrando o desinteresse do SC pelas questões financeiras que atualmente as Igrejas vêm enfrentando;
b.Que o art. 88, alínea “j” da CI/IPB, estabelece que é função privativa do Presbitério, providenciar que as Igrejas remetam pontualmente o dízimo de sua renda ao Supremo Concílio.
O PGNB RESOLVE:
1.Reconhecer que o SC/IPB se mostra irredutível quanto a adoção de novas e mais ajustadas sistemáticas de arrecadação que atendam às necessidades das Igrejas;
2.Tomar conhecimento da decisão tomada pela Igreja; e
3.Arquivar.

043/2018

Quanto ao Doc. 43, Relatório do Tutor Eclesiástico do Candidato Orivaldo Júlio de Oliveira
Considerando:
1.Que o relatório apresentado demonstra um saudável crescimento do candidato com respeito à sua postura pastoral e reconhecimento do seu chamado, além de boa adaptação ao campo para o qual foi designado.
2.Que o candidato apresentou notas satisfatórias para o desenvolvimento do seu chamado. O relatório do candidato não veio anexado ao relatório do tutor;
3.Que na entrevista, o candidato demonstrou convicção do chamado, consciência da importância do preparo, submissão e obediência ao PGNB e saudável amadurecimento em relação à sua visão ministerial.
O PGNB RESOLVE:
1)Agradecer ao Rev. Diego Leandro Ferreira pelo seu excelente trabalho na tutela do Candidato Orivaldo, durante o ano de 2018;
2)Encaminhar o Candidato Orivaldo para cursar o 5° ano no Seminário Teológico Presbiteriano Rev. Ashbel Green Simonton;
3)Designar o Rev. Diego Leandro Ferreira como Tutor Eclesiástico do Candidato Orivaldo, para o ano de 2019.
4)Recomendar a igreja pastoreada pelo tutor eclesiástico que auxilie financeiramente o candidato nas suas despesas relacionadas ao transporte e auxílio aos estudos.
5)Baixar à Comissão de Finanças e Distribuição do Trabalho, para revisão da rubrica de apoio aos seminaristas para que se possível seja feito o custeio integral do Seminário.
_____
Quanto ao documento da comissão de finanças e distribuição do trabalho encaminhando pela Comissão de Exame de Candidatos, referente ao exame de relatório de tutores, o PGNB resolve: a) Custear integralmente a mensalidade do Seminário dos candidatos Arthur, Davi e Orivaldo durante o ano de 2019; b) Inserir rubrica de auxílio específico para compra de literatura no valor de R$600,00 anual por seminarista para o ano de 2019. Sala das Sessões, 15 de dezembro de 2018.

044/2018

Quanto ao documento: 44 do Rev. Claudio Machado Pombal (Solicitação de Designação conforme o art.37 CI/IPB). Considerando: a) O PGNB se alegra em enviar um ministro sob sua jurisdição para servir ao Reino de Deus como capelão voluntário na Associação dos Policiais Evangélicos do Estado de São Paulo – PM’s de Cristo; b) Toda a documentação e declarações das partes envolvidas foram encaminhadas. O PGNB resolve: a) Designar o Rev. Claudio Machado Pombal, conforme o art.37 CI/IPB, para servir como capelão voluntário junto a Associação dos Policiais Evangélicos do Estado de São Paulo – PM’s de Cristo.

045/2018

Quanto ao Doc. 45, Relatório do Tutor Eclesiástico do Candidato Davi Simões Chaves
Considerando:
1.Que o relatório apresentado demonstra um saudável crescimento do candidato com respeito à sua postura pastoral, com destaque à área de liderança, e reconhecimento do seu chamado.
2.Que o candidato apresentou atividades e notas satisfatórias para o desenvolvimento do seu chamado;
3.Que na entrevista, o candidato demonstrou segurança do seu chamado, piedade, honestidade, transparência, humildade e submissão às decisões do PGNB;
4.Que não há uma expectativa de campo para licenciatura ou ordenação do candidato na IPB Grajaú, após a conclusão dos seus estudos teológicos;
O PGNB RESOLVE:
1)Agradecer ao Rev. Alex Barbosa pelo seu excelente trabalho na tutela do Candidato Davi, durante o ano de 2018;
2)Encaminhar o Candidato Davi para cursar o 5° ano no Seminário Teológico Presbiteriano Rev. Ashbel Green Simonton;
3)Designar o Rev. Ivo Mozart como Tutor Eclesiástico do Candidato Davi, para o ano de 2019.
4)Recomendar a igreja pastoreada pelo tutor eclesiástico que auxilie financeiramente o candidato nas suas despesas relacionadas ao transporte e auxílio aos estudos.
5)Baixar à Comissão de Finanças e Distribuição do Trabalho, para revisão da rubrica de apoio aos seminaristas para que se possível seja feito o custeio integral do Seminário.
-------
Quanto ao documento da comissão de finanças e distribuição do trabalho encaminhando pela Comissão de Exame de Candidatos, referente ao exame de relatório de tutores, o PGNB resolve: a) Custear integralmente a mensalidade do Seminário dos candidatos Arthur, Davi e Orivaldo durante o ano de 2019; b) Inserir rubrica de auxílio específico para compra de literatura no valor de R$600,00 anual por seminarista para o ano de 2019.

 

047/2018

Quanto ao documento: 47 da Missão na Cidade (Relatório sobre Projetos de Revitalização). Considerando: a) Que a determinação do PGNB em sua LXVI RO era de que os Conselhos buscassem apoio junto à Missão na Cidade; b) Que o relatório da Missão na Cidade na LXVII RO apontou inadequações no projeto apresentado pela IP Luz da Alvorada e informou que IP Vieira Fazenda não buscou apoio da Missão, não atendendo a uma das determinações deste Concílio; c) A importância de tal projeto de revitalização para a vida das comunidades; d) Que o PGNB em sua última RO atendeu às solicitações financeiras para o ano de 2018; designou o Rev. Edson e o Rev. Jocimar como pastores evangelistas para o ano de 2018; financiou consultoria de Revitalização junto ao Instituto SARA para auxílio aos Conselhos; determinou que ambos os Conselhos se fizessem presentes ao treinamento de revitalização, sendo tal determinação atendida; determinou que um novo projeto de revitalização fosse apresentado por cada Igreja ao PGNB, só que desta vez, com a aprovação dos projetos e o encaminhamento dos mesmos pela Missão na Cidade; e que o projeto da IP Luz da Alvorada não continha clara previsão orçamentária que apontasse para ações de revitalização e que a IP Vieira Fazenda não apresentou o projeto em seu prazo; e) Que tem sido visível a dificuldade de ambas as comunidades para a construção deste projeto de revitalização; f) Que o não envio de verbas para complementação do sustento pastoral implicará no agravamento da situação dessas comunidades, o PGNB resolve: a) Lamentar que as ações propostas desde a LXVI RO não foram plenamente cumpridas; b) Determinar que a CE acompanhe a elaboração dos projetos de revitalização junto aos Conselhos, estabelecido o seguinte cronograma: b1) Entrega do projeto pelos Conselhos à Missão na Cidade para primeira revisão até 30/03; b2) Devolução do Projeto avaliado pela Missão na Cidade para os Conselhos até 30/04; b3) Entrega da versão final do projeto pelo Conselho à Missão na Cidade até 30/06; b4) Entrega do relatório final da Missão na Cidade à CE até 30/07.

 

048/2018

Relatório da secretaria presbiterial da federação de UCP, o PGNB resolve APROVAR o relatório com os seguintes DESTAQUES:
- A participação de 7 UCPs nas atividades da Federação em 2018: Congregação Carioca, Higienópolis, Jacarezinho, Méier, Luz, Manguinhos e Riachuelo;
- A realização do Congresso em um sítio, contando com a presença de 35 crianças e 10 adultos;
- A participação ativa das secretárias presbiteriais, Edvania Menezes do Nascimento da Silva (IP Higienópolis) e Paula Daniele Braga Ramos (IP Méier), conduzindo as atividades ao longo do ano.
- A realização dos eventos: Acampadentro (na IP Méier), Tarde de Talentos (Congregação Presbiteriana Carioca), Aniversário da Federação (IP Higienópolis) e piquenique na Quinta da Boa Vista em parceria com a Federação de SAF;
- Participação da Federação nos aniversários das UCPs da IP Manguinhos, IP Higienópolis e IP Riachuelo
 

049/2018

Seminário Teológico Presbiteriano Reverendo Ashbel Green Simonton (Solicitação de designação de ministros para a Área de Ensino). Considerando: a) Que o PGNB há anos tem participado ativamente na formação dos futuros ministros com ministros designados como professores do seminário; b) Que o PGNB sente-se honrado por ter ministros sob sua jurisdição envolvidos com o ensino no Seminário, o PGNB resolve: a) Designar conforme o art. 37 CI/IPB o Rev. Romer para servir como Diretor do Seminário para os anos de 2019 e 2020 conforme o documento, registrando que ele estará em dedicação exclusiva a essa instituição; b) Designar, conforme os art. 37 da CI/IPB, os Rev. Ivo e Rev. André para servirem como professores do seminário, registrando que eles estarão em dedicação parcial a essa instituição; c) Determinar ao Secretário Executivo que envie correspondência ao Seminário informando da decisão, descrevendo os termos das cessões. 

050/2018

Quanto ao documento: 50 da IP Maracanã (Solicitação de Pastor Efetivo Designado). O PGNB resolve: Designar o Rev. Alexander como pastor efetivo designado da IP Maracanã até 31/12/2020. 

051/2018

IP Méier (Solicitação de Pastor Efetivo Designado). O PGNB resolve: Designar o Rev. Ivo como pastor efetivo designado da IP Méier para o ano de 2019. 

 

052/2018

Clube de Doação. O PGNB toma conhecimento e arquiva.

 

053/2018

IP Vieira Fazenda e 53 da IP Luz da Alvorada (Solicitação de Pastor Evangelista e Solicitação de Auxílio financeiro), o PGNB resolver: Atender em seus termos.

 

054/2018

Relatório do secretário presbiterial da Federação de UMP’s. O PGNB resolve: Aprovar o relatório com os seguintes destaques:
-A presença ativa da secretária presbiterial, Meire Sathler Mozart, nos eventos e reuniões da federação,
-A definição de um tema para conduzir as atividades da Federação ao longo do ano (Por meio da Fé, baseado no texto de Rm 1.16,17)
-O envolvimento da Diretoria da Federação e dos jovens das igrejas jurisdicionadas com as atividades desenvolvidas pela Sinodal de UMP, no âmbito nacional e estadual, como Luau da Sinodal, Workshop de Liderança e aniversário de 8 anos da Sinodal e Dia do Jovem Presbiteriano;
-A Federação também promoveu eventos: Dia dos Jogos (contando com cerca de 105 jovens), Quiz vs Time (com brincadeiras referentes ao conhecimento bíblico).
-A iniciativa de promover Pequenos Grupos entre os jovens com a participação de 3 a 4 mocidades representadas;
-Eleição e aniversário de 68 anos da Federação na IP Piedade
-Retiro com a Federação de UMP Bento Ribeiro com cerca de 110 jovens
-Cuidado em apresentar as notas referente aos gastos da federação ao longo do ano no relatório.
 

055/2018

Secretária Presbiterial de Mocidade referente a solicitação de reajuste da verbal presbiterial. Considerando: a) A preocupação da secretária com o bom desempenho da federação no transcorrer do ano; b) Que o PGNB tem zelado pela manutenção de suas federações e o bom desenvolvimento delas, o PGNB resolve: Atender o documento nos termos da solicitação.

056 e 057/2018

Quanto aos documentos 56 e 57, o PGNB examinou as Contas da Tesouraria da Missão na Cidade e da Tesouraria do PGNB e as aprovou, com os seguintes DESTAQUES, OBSERVAÇÕES, DETERMINAÇÕES: 
DESTAQUES: 1) Quanto às contas das duas Tesourarias: a) excelente apresentação dos relatórios de movimentação financeira; b) O trabalho do tesoureiro em organizar e apresentar os documentos para a comissão permanente; 2) Quanto às contas da Tesouraria da Missão na Cidade e da tesouraria do PGNB: a) O comprometimento de mais de 50% das igrejas na integralidade nas contribuições. 
OBSERVAÇÕES: 1) Quanto às contas da Tesouraria do PGNB: a) foram identificadas faltas de contribuições de duas igrejas, conforme informações do próprio relatório; b) Que há falta de comprovação fiscal de alguns documentos que não foram enviados pelos requerentes da verba; c) Que o orçamento foi cumprido, apresentando superávit de 3%. d) Que as federações utilizaram a conta do PGNB para arrecadação de suas atividades, perfazendo o total de R$ 18.804,00; e) Que houve atraso no pagamento do FAP dos pastores evangelistas designados pelo Presbitério, sendo estes valores pagos à partir de Maio/2018; f) Que houve atraso no pagamento de alguns boletos, incidindo multa e juros; g) Que a Secretaria Executiva, conforme demonstrado pelo relatório, ultrapassou em 295% do valor orçado para o ano de 2018; h)  houve um acrescimento de despesa na ordem de R$ 1.368,52 (173%) na rubrica despesas Bancárias, por conta do atraso no pagamento dos boletos por parte das igrejas; i) Que existem itens recorrentes sem orçamento específico (registro de atas de diretoria; certificado digital; IRRF; Informática; entre outros); 
2) Quanto às contas da Tesouraria da Missão na Cidade: a) foram identificadas faltas de contribuições de 3 (três) igrejas; b) Que houve oscilação no pagamento mensal de parte das Igrejas; c) Que houve déficit entre o orçado e o realizado nos 3 primeiros trimestres de 2018, sendo o orçamento alcançado apenas no último trimestre; d) Que o valor de R$ 3.800,00 referente a contratação de buffet para os participantes do ciclo de palestras sobre revitalização de igrejas foi alocado na rubrica “Viagens e representações”, quando deveria ser alocada na rubrica “Cursos, treinamentos e literatura”. e) Que a soma da contratação do buffet e do pagamento realizado ao Instituto Sara (R$ 2.455,70) perfazem o total de R$ 6.255,70, ultrapassando em R$ 2.255,70 o valor orçado para a rubrica “Consultoria para Revitalização de Igrejas” (R$ 4.000,00).  
DETERMINAÇÕES: a) Que os Secretários Presbiteriais comprovem por meio de documento fiscal e recibo os valores solicitados à tesouraria do PGNB a partir do ano de 2019; b) Que em caso de saldo do valor, o mesmo seja devolvido; c) Que o tesoureiro efetue o depósito regularmente dos FAP´s dos pastores; d) Que a tesouraria evite o atraso no pagamento de boletos, taxas e impostos para não incidir multas e juros; e) Que a tesouraria mantenha controle do orçamento, informando a CE quando os valores orçados, tanto do PGNB quanto da Missão na Cidade, quando atingirem 70%; f) Que a CE reveja as nomenclaturas das rubricas presentes no orçamento a fim de que os valores sejam alocados em suas respectivas saídas a partir da próxima RO; g) Que a CE busque maneira diferente de arrecadar as contribuições das Igrejas, desonerando o orçamento dos valores referentes à confecção de boletos (R$ 2.180,80 no ano de 2018); 
Sala das Sessões, 15 de Dezembro de 2018.

060/2018

Diretoria da Missão na Cidade:
Rev. Fabio Quintanilha (presidente)
Rev. Marcelo Rodrigues (vice-Presidente)
Rev. André Monteiro (Sec. de Atas)
Rev. Airton Pereira (Sec. Executivo) 
Presb. Orlando Cosme (Tesoureiro)

061/2018

Comissão permanente de exame de contas da Tesouraria:
Rev. Diego Leandro
Pb. Marcelo Arcanjo

062/2018

Comissão permanente de exame de atas:
Rev. Fábio Quintanilha
Rev. Airton Pereira

063/2018

Secretários Presbiteriais:
Federação UCPs - Janaina (IP Manguinhos) e Laci Marques (IP Jacarezinho)
Federação UPA - Renata (IP Jacarezinho) e Nubia (IP Jacarezinho)
Federação UMP - Rev. André Monteiro (IP Mananciais)
Federação UPH - Rev. Oliveiros Orru
Federação SAFs - Rev. Josias (IP Maria da Graça)
Secretaria de Informática - Dc. Jones Ferreira (IP Luz) e Mariana Storck (IP Jacarezinho)

064/2018

Delegados ao Sínodo:
Titulares:
Rev. André Monteiro
Rev. Alexander Assis
Rev. Hélio Gomes
Pb. Celso Sampaio
Pb. Wesley 
Pb. Paulo Storck

Suplentes:
Rev. Rafael Soares
Rev. Airton Pereira
Rev. Jocimar Goudard
Pb. Orlando Cosme
Pb. Marcus Ventura
Pb. Ronaldo

065/2018

Orçamento da Missão na Cidade

066/2018

Orçamento do PGNB

067/2018

Relatórios Exames de Atas das Igrejas_2018

068/2018

Próxima Reunião Ordinária: O PGNB resolve que a 69º RO será realizada no dia 07/02/2019 e depois nos dias 12, 13, 14 e 15/02/2020, na IP Grajaú.

2018 - REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA

001/2018

Exame de sermão de prova, experiência religiosa, doutrinas, história eclesiástica, movimento missionário, sacramentos e problemas da igreja e práticas de candidato Lic. Robério Pereira Lima com vistas à sua ordenação como Ministro do Evangelho. O candidato é aprovado e fica marcada para o dia 06/04/2018 às 19h30, na Igreja Presbiteriana de Thomaz Coelho, a ordenação. Nomeada a comissão: Rev. Fábio (Relator), Rev. Hélio, Rev. Raphael Farves, Rev. Alexander, Rev. Jocimar, Presb. Wesley e Presb. Jair Gomes.

002/2018

O PGNB decide criar Comissão Permanente para exame de atas, conforme proposta enviada pela CE, como segue: 

A Comissão Executiva do PGNB, considerando:

  • Que o exame dos livros de atas dos Conselhos requer um tempo maior de análise;

  • Que o PGNB estabeleceu a criação de uma comissão que permitisse uma análise padronizada dos livros dos Conselhos;

  • Que o trabalho em Comissão exige a leitura de todos os livros pelos integrantes da Comissão ou no mínimo pelo relator;

  • Que o volume de atas varia entre 300 e 400 páginas por reunião;

  • Que o período apenas das ROs não se mostrou suficiente para cumprir o que o PGNB estabeleceu;

 

Vem por meio deste documento, propor ao PGNB:

  1. Que seja nomeada em forma de Comissão Permanente, uma Comissão para Exame das Atas dos Conselhos

  2. que o PGNB autorize a CE a solicitar aos Conselhos as atas já redigidas, em formato eletrônico, para exame prévio por essa Comissão Permanente, orientando que tal solicitação seja feita no término do 1º semestre (para exame das atas desse período) e quando da convocação para a RO, restando assim, para exame durante a RO, apenas as atas das reuniões realizadas no período pós-convocação".

  3. Que esta comissão tenha apenas 2 componentes para que os exames possam ter maior padronização.

  4. Que façam parte da comissão o Rev. Fábio e o Rev. Airton.

© PGNB - Presbitério de Guanabara - RJ

  • Grey Facebook Icon
  • YouTube